"TrF1" de 155mm de desenho e construção francesa em combate no Leste da Ucrânia


Donetsk, Ucrânia
Março de 2023

Boca de fogo rebocada de 155mm, TrF1, de desenho e construção francesa, ao serviço das Forças Armadas da Ucrânia, na região de Donetsk, no Leste da Ucrânia, em Março de 2023. O acrónimo TrF1 resulta de Tr, "Tracté", rebocado, e F1 refente ao modelo.

Desenvolvido a partir do início da década de 1970, visando substituir os obuses da década de 1950 em uso pelas Forças Armadas Francesas, o TrF1 foi orientado aos requisitos de automatização dos processos de pontaria e disparo e à mobilidade e facilidade de ser colocado em operação. Com testes de campo pelo Exército Francês a terem tido lugar desde 1987, entrou em produção efectiva em 1989 para uma entrega inicial de 16 unidades de uma encomenda total de 106 unidades.

É dotado de um tubo de 155 mm de 39 calibres (6,045 m) com plataforma equipada com um pequeno motor frontal de 39 hp (para alimentação dos hidráulicos de apoio ao sistema de carregamento semi-automático e para uma capacidade autónoma de auto-propulsão a uma velocidade de 8 km/h). Tem uma massa total de 10,8 toneladas. Com uma cadência máxima de 6 disparos por minuto, pode colocar os seus projécteis a uma distância de 24 a 30 km, conforme o uso de munição standard ou assistida por foguete.

Retirado do serviço das Forças Armadas de França em Abril de 2022, tendo o 5.º Regimento Ultramarino Inter-Armas ("5e Régiment Interarmes D'Outre-Mer", 5e RIAOM), em Djibouti, sido a última unidade a que, com 4 obuses, esteve afecto, o Governo de França cedeu, em finais de 2022, um conjunto de 6 unidades do TrF1 à Ucrânia.

Foto por Tyler Hicks | "The New York Times"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas