F-4 "Phantom" gregos em exercício táctico internacional


Grécia 
8 a 18 de Abril de 2024

Duas aeronaves bilugar e bimotor McDonnell Douglas F-4E AUP "Phantom II" da 338.ª Esquadra de Caças-Bombardeiros ("338 Μοίρα Διώξεως-Βομβαρδισμού" 338 MΔΒ), da Força Aérea Grega, a operar a partir da Base Aérea de Andravida (a 215 km a Sul da capital, Atenas), no decurso do exercício internacional anual "Iniochos", 8 a 18 de Abril de 2024, Grécia.

A edição de 2024 do exercício "Iniochos" (que remonta à década de 1980) contou com a participação de meios aéreos da Grécia, Chipre, França, Montenegro, Qatar, Arábia Saudita, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos e com especialistas de informações e operações especiais da Áustria e de Portugal. A designação "Iniochos" ("Ἡνίοχος") é uma referência honorífica à estátua de bronze "Auriga de Delfos" da grécia clássica (478-474 a.C.) representando um condutor de carruagem ("Auriga", lit. "o que segura as rédeas"), sendo uma das maiores esculturas deste período e origem que sobreviveu até à actualidade.

Originalmente ao serviço da Força Aérea Grega desde 1974, e com unidades adicionais recebidas na década de 1990, a plataforma grega dos F-4 Phantom II recebeu, em 1997, o "Structure Life Extension Program" (SLEP) e o "Avionics Upgrade Program" (AUP) que conduziriam ao patamar de modernização designado por "Peace Icarus 2000" (PI 2000), cuja primeira unidade seria entregue a 18 de Dezembro de 2002. Este programa incidiu sobre 36 unidades e compreendeu, entre outros, o radar AN/APG-65 (o mesmo que equipava o F/A-18 "Hornet"), novos sistemas de computador, controlo de missão e informação (GEC Avionics CPU-143/A e Elbit MMRC), de comunicações, de gravação vídeo (Elbit V-80AB-F), suporte para mísseis ar-ar AIM-120 AMRAAM e AIM-9 "Sidewinder" e para outros sistemas de armas guiadas ar-terra integrados com o uso do "pod" de gestão de alvos Rafael Litening II (AN/AAQ-28) .

Propulsionados por 2 motores General Electric J79-GE-17(C), os F-4E AUP "Phantom II" alcançam uma velocidade máxima de 2 370 km/h com um alcance operacional de 1 300 km e um tecto de altitude máxima de 21 600 metros. Com um comprimento de 19,2 metros, uma envergadura de asa de 11,7 metros e um peso máximo à descolagem de 28 toneladas (em vazio, 13 toneladas), armados 1 canhão M61A1 de 20mm, pode ser equipados, em 9 pontos de fixação, com até 8 toneladas de sistemas de armas (bombas e mísseis), "pods" de gestão de alvos e depósitos adicionais de combustível.

São actualmente operadores da plataforma F-4, além da Grécia, o Irão, a Coreia do Sul e a Turquia.

Foto por Dimitris Dimitrakopoulos | via Comando Aéreo Aliado (NATO)






Emblema da edição 2024 do exercício "Iniochos" ("Ἡνίοχος"), 8 a 18 de Abril de 2024, Base Aérea de Andravida, Grécia





Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas