Mensagens

SU-25 RUSSO EM ATAQUE COM FOGUETES SOBRE POSIÇÕES UCRANIANAS NA REGIÃO DE DONETSK

Imagem
Donetsk, Ucrânia Fevereiro de 2024 Aeronave Sukhoi Su-25 SM "Grach" ("Corvo"), designação NATO "Frogfoot", das Forças Armadas da Federação Russa, projectando os seus foguetes S-8 de 80mm, sobre posições ucranianas na região de Donetsk, no Leste na Ucrânia, em Fevereiro de 2024. Voando em parelha com outra aeronave Su-25, armadas com 2 "pods" de foguetes B-8M1, cada um dos quais podendo receber até 20 foguetes S-8 de 80mm; e equipadas com depósitos de combustível adicional, voam, a muito baixa altitude, até à posição em que projectam os seus foguetes, recorrendo de seguida à libertação de contra-medidas de protecção anti-míssil e regressando à base. Os foguetes aqui usados, na variante de alto-explosivo anti-carro de fragmentação, têm um comprimento de 1,5 metros e um peso individual de 11,2 kg (com uma ogiva de 3,6 kg, contendo 0,9 kg de alto explosivo), voam a 600 m/s com um alcance máximo de 4 km. Denota-se que os mesmos são disparados, seguind

"HIMARS" NO TEATRO DE OPERAÇÕES UCRÂNIA

Imagem
Ucrânia Fevereiro de 2024 Disparo de um foguete M31 de 227mm, com ogiva de alto-explosivo de fragmentação, por uma plataforma M142 "HIMARS" ao serviço das Forças Armadas da Ucrânia, em Fevereiro de 2024, na Ucrânia. Esta plataforma consegue projectar a carga de 6 foguetes em cerca de 1 minuto e abandonar a posição, mitigando os riscos de contra-bateria (a resposta de tiro de artilharia inimiga sobre aquela posição de tiro). Em Junho de 2022 o Governo dos Estados Unidos indicou o fornecimento à Ucrânia de plataformas M142 "HIMARS" municiadas por foguetes M31. O M142 "HIMARS" ("High Mobility Artillery Rocket System", "Sistema de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade"), fabricado pela Lockheed Martin (EUA), ao serviço desde 2010, assente sobre um chassis 6x6 (XM1140A1), tem uma massa total de 16 250 kg, um comprimento de 7 metros, uma largura de 2,3 metros e uma altura de 3,2 metros, sendo guarnecido por 3 elementos. Propulsionado por

J-10 CHINESES APÓS TREINOS DE VOO

Imagem
China 29 de Janeiro de 2024 Duas aeronaves Chengdu J-10 (designação NATO "Firebird"), de uma brigada de aviação do Comando Norte do Exército de Libertação Popular da China, equipadas com 3 depósitos adicionais de combustível, após treinos de voo, na China, a 29 de Janeiro de 2024. Ao serviço desde 2005, e com mais de 5 centenas de unidades construídas, o J-10 tem um comprimento de 16,9 metros, uma envergadura de asa de 9,8 metros, e um peso máximo à descolagem de 19,2 toneladas. Propulsionado por uma turbina WS-10B tem um velocidade máxima de Mach 1.8 e um alcance operacional de 1 850 km com um tecto de altitude máxima de 18 000 metros (59 000 pés). Está armado com um canhão automático Gryazev-Shipunov GSh-23 de 23mm e possui 11 pontos de fixação onde pode ser equipado com até 5,6 toneladas de armamento (bombas, foguetes, mísseis), depósitos de combustível ou outros. Foto por Zhang Ziang | Exército de Libertação Popular da China

TREINO DE UNIDADE DE DEFESA ANTI-AÉREA COM MÍSSEIS "NEVA" NA SÉRVIA

Imagem
Zuce, Belgrado, Sérvia Fevereiro de 2022 Parte do 3.º Batalhão da 250.ª Brigada de Mísseis de Defesa Aérea ("250. ракетне бригаде за противваздухопловна") das Forças Armadas da Sérvia, temos, em Fevereiro de 2024, na Sérvia, exercícios com plataforma de mísseis terra-ar S-125 Neva/Pechora ("Нева"/"Печора", designação NATO, SA-3 "Goa"). Os exercícios aqui documentados têm lugar nas instalações de Zuce ("Зуце"), geo-referenciação 44.685416740259, 20.54485295784774 , ref.  https://maps.app.goo.gl/xidYeVHRJ5cQJzNf6  , a cerca de 15 km a Sudeste do centro da capital, Belgrado ("Београд"). Os mísseis são aqui transportados numa viatura pesada ZiL-131 6x6 e colocados em plataformas de lançamento de base fixa (podendo como aqui, num dos 2 pontos de baterias "Neva" em redor de Belgrado, estarem pré-instaladas, ou, alternativamente serem colocadas em posição de campanha em outro ponto). Em segundo plano, à esquerda na foto, te

SUBMARINO ALEMÃO EM EXERCÍCIOS NO MAR DO NORTE

Imagem
Noruega Fevereiro de 2024 Submarino U-36 (S-186), classe Type 212A ("Batch II"), afecto à 1.ª Esquadra Submarina ("1. Ubootgeschwader", 1. UG) da Marinha Alemã ("Deutsche Marine"), com os seus distintivos "cointaners" pressuarizados para uso por forças de operações especiais (um a estibordo e outro a bombordo, à ré; amovíveis) , no decurso do exercício "Arctic Dolphin", ao largo da costa da Noruega, entre 6 a 17 de Fevereiro de 2024 . A foto foi realizada com o apoio da equipa de operadores de "drone" do "Marinefliegerkommando", o Comando da Aviação Naval Alemã. O U-36 (S-186) é o sexto submarino da classe Type 212A, variante "Batch II", tendo entrado ao serviço da Marinha Alemã a 10 de Outubro de 2016. Desloca 1 830 toneladas, tem 57,2 metros de comprimento, uma boca de 7 metros e um calado de 6 metros. De propulsão diesel-eléctrica, tem uma velocidade máxima de 20 nós e um alcance operacional de 14 800 km

"MERLINS" DO REINO-UNIDO TREINAM NO ÁRCTICO NORUEGUÊS

Imagem
Øvre Dividal, Noruega Fevereiro de 2024 Helicóptero Agusta-Westland "Merlin" HC.4 (EH-101), ZJ127, afecto à 845.ª Esquadra de Aviação Naval (845 NAS) do "Commando Helicopter Force" (CHF) da Marinha do Reino Unido ("Royal Navy"), transportando abastecimento de lenha para aquecimento no decurso da Operação "Clockwork" no Parque Nacional de Øvre Dividal, na Noruega, Fevereiro de 2024. Este parque nacional dista cerca de 70 km a Sudeste da Base Aérea de Bardufoss a partir da qual esta operação se desenvolve. A base dista cerca de 400 km da fronteira, a Leste, com a Federação Russa, e cerca de 600 km da cidade de Murmansk ("Мурманск"), onde está baseada a respectiva Frota do Norte. A Operação "Clockwork" decorre anualmente, em contexto de treino e certificação, na região árctica do extremo Norte da Noruega, envolvendo meios aéreos, equipas de terra, viaturas de apoio logístico, transporte, comando e controlo. A "Commando Helic

"CHALLENGER 2" EM MANOBRA NA UCRÂNIA

Imagem
Zaporizhzhia, Ucrânia 12 de Fevereiro de 2024 Carro de combate Challenger 2 afecto à 82.ª Brigada de Assalto Aerotransportado ("82 окрема десантно-штурмова бригада", 82 ОДШБр, A2582) das Forças Armadas da Ucrânia, em manobra na região de Zaporizhzhia ("Запоріжжя"), Ucrânia, a 12 de Fevereiro de 2024. De concepção e construção britânica e ao serviço operacional desde 1998, o FV4034 "Challenger 2" é um carro de combate de 64 toneladas (75 quando totalmente equipado com os módulos de blindagem adicional de combate), com uma guarnição de 4 elementos, estando armado com uma peça estriada de 120mm, L30A1, com 47 munições; com uma metralhadora co-axial L94A1 de 7,62mm e com uma metralhadora L37A2 de 7,62mm sobre a torre. Tem uma velocidade máxima de 59 km/h e um alcance operacional de 550km. Existem actualmente cerca de 2 centenas de unidades nas Forças Armadas Britânicas. A 14 de Janeiro de 2023 o Governo do Reino Unido comunicou a entrega, a par de outros equip

"COMANDOS" DO EXÉRCITO PORTUGUÊS EM ACÇÃO DE RECONHECIMENTO NO AFEGANISTÃO

Imagem
Afeganistão 2005 Operação de reconhecimento de militares da 2.ª Companhia de Comandos (2CCmds) da Brigada de Reacção Rápida (BrigRR) do Exército de Portugal, com viatura tácticas ligeiras blindadas 4x4 URO VAMTAC ST5, numa missão conjunta num dos sectores da "Kabul Multinational Brigade" (KMNB), sob a égide ISAF ("International Security Assistance Force"), a "Força Internacional de Segurança e Assistência", no Leste do Afeganistão, em 2005. Tendo Portugal estado presente com militares das suas Forças Armadas no Afeganistão desde 2002, esta tratou-se, em 2005, sob comando do Major José Manuel Ferreira Afonso, da primeira projecção de militares dos "Comandos" do Exército de Portugal para o Teatro de Operações do Afeganistão. Como "Força de Reacção Rápida" ("Quick Reaction Force", QRF) do Comando da ISAF, com uma força afecta de 113 "comandos", cumpriram, de 10 de Agosto de 2005 a 17 de Fevereiro de 2006, 36 missões, mo

VIATURA BLINDADA RUSSA COM ALTIFALANTES EM ACÇÃO PSICOLÓGICA NA FRENTE DE AVDIIVKA

Imagem
Avdiivka, Donetsk, Ucrânia Fevereiro de 2024 Viatura blindada ZS-88 ("ЗС-88"), variante de operações psicológicas da BTR-80 ("БТР-80"), ao serviço do Batalhão "Vostok" ("батальона 'Восток' "), afecto às Forças Armadas da Federação Russa, em operação junto da linha da frente de Avdiivka ("Авдіївка"), Donetsk, no Leste da Ucrânia, em Fevereiro de 2024. A ZS-88 está equipada com dois altifalantes gémeos, direccionais, com um alcance máximo de 5 kms, para emissão de mensagens destinadas a acções psicológicas, criando pressão para quebrar o moral das forças inimigas e abandonarem as respectivas posições ou se renderem. A ZS-88, com o cognome de "Delitel'" ("Делитель"), lit. "Divisor", consiste numa viatura blindada de rodas 8x8 BTR-80 ("БТР-80"), de 13 toneladas, equipada com um par de altifalantes, num apoio à retaguarda da torre (armada com metralhadora pesada), sendo direccionáveis com a

VARIANTE DE COMANDO E CONTROLO DA PLATAFORMA M113 EM EXERCÍCIOS NA ALEMANHA

Imagem
Hohenfels, Baviera, Alemanha 20 de Setembro de 2020 Viatura blindada M1068A3 SICPS, variante de comando e controlo (C2) da plataforma M113, ao serviço do 2.ª Brigada Blindada de Combate (2ABCT), "Spartans", da 3.ª Divisão de Infantaria (3ID) do Exército dos Estados Unidos, no decurso do exercício "Combined Resolve XIV", a 20 de Setembro de 2020, no "Joint Multinational Readiness Center" (JMRC), em Hohenfels, Baviera, a cerca de 120 km a Norte de Munique, na Alemanha. A viatura blindada de lagartas M1068A3 SICPS ("Standard Integrated Command Post System", lit. "Sistema Integrado Standard de Posto de Comando") corresponde a uma modernização da M557 A3 que, por sua vez, é a variante de comando de controlo da plataforma M113. Tem uma massa total de 12 toneladas, propulsionada por um motor de 5,2 litros de 275 hp, Detroit Diesel 6V53T, com transmissão Allison X200-4B (os mesmos que equipam a M113A3), que lhe permitem uma velocidade máxima de

AÇORES - EXERCÍCIO DE FOGO REAL COM "DUPLO" DE 40MM DA CORVETA ANTÓNIO ENES

Imagem
Região Autónoma dos Açores 26 de Novembro de 2020 Exercício de fogo real com o reparo duplo Bofors de 40 mm (L/60), Mark I, à ré (junto ao convés de voo), da corveta NRP António Enes (F471) da Marinha Portuguesa, na Região Autónoma dos Açores, na tarde de 26 Novembro de 2020. No canto superior esquerdo da foto, acima do militar na posição mais elevada, podemos observar o Mark 51, o sistema de direcção de tiro (com o sistema de mira giroscópica Mark 14 em posição central). De notar ainda, acima, a bandeira náutica vermelha ("Bravo") içada, denotado a operação com materiais perigosos. Esta corveta esteve em serviço nesta região durante cerca de 3 meses, de Novembro de 2020 a Janeiro de 2021, sob comando do capitão-tenente Bruno Cortes Banha, com uma guarnição de 7 dezenas de militares, incluindo uma equipa de mergulhadores. Estiveram afectos ao âmbito busca e salvamento marítimo (em articulação com o helicóptero EH-101 "Merlin" da Força Aérea Portuguesa), patrulha e v

MILITARES BELGAS DE BATALHÃO DE RECONHECIMENTO DESTACADOS NA LITUÂNIA

Imagem
Lituânia Fevereiro de 2024 Militar belga equipado com luvas tácticas Mechanix Wear e armado com espingarda automática FN SCAR-L, do Batalhão "Jagers te Paard", sub-unidade especializada ISTAR (" Intelligence Surveillance Target Acquisition and Reconnaissance", "Informações, Vigilância, Aquisição de Objectivos e Reconhecimento"), do Exército da Bélgica, afecto ao destacamento de forças no Teatro de Operações da Lituânia, Fevereiro de 2024, sob a égide "NATO enhanced Forward Presence Battle Group Lithuania" (NATO eFP BG Lithaunia). Esta SCAR-L, em calibre 5.56×45mm NATO, está equipada com mira óptica Trijicon ACOG 3.5x35mm, com uma Trijicon RMR Type 2 ("Ruggedized Miniature Reflex") na parte superior, para uso a curta distância, com apontar iluminador laser Brolis LP5X, e com lança-granadas 40mm FN40GL. O militar belga está equipado ainda com sistema binocular de visão nocturna Theon Mikron e com protectores auriculares Invisio T5. Foto v

MILITARES SUECOS TREINAM COM MEIOS MECANIZADOS NO ÁRCTICO

Imagem
Boden, Norrbotten, Suécia Fevereiro de 2024 Militar sueco, armado com espingarda automática Ak 5C, e viatura blindada anfíbia de lagartas Bv410 do Regimento de Engenharia Göta ("Göta ingenjörregemente - Ing 2") do Exército da Suécia no decurso do exercício anual "Vintersol", iniciado a 12 de Fevereiro de 2024 e a decorrer até 20 de Fevereiro de 2024, no Campo Militar de Boden, na região de Norrbotten, extremo norte da Suécia, Fevereiro de 2024. Este exercício enquadra também a preparação das forças suecas que irão participar no exercício multinacional "Nordic Response", de 3 a 14 de Março de 2024, no extremo Norte da Noruega (nas regiões árcticas de Bjerkvik, Troms, Alta e Finnmark) - como uma das componentes do exercício alargado "Steadfast Defender", sob a égide da NATO, em curso de finais de Janeiro até 31 de Maio de 2024. A Ak 5 ("Automatkarbin 5"), versão sueca da FN FNC, em calibre 5.56×45mm NATO, aqui presente na versão "C

LANÇADOR DE FOGUETES MÚLTIPLOS DE FABRICO CHECO EM OPERAÇÃO NA UCRÂNIA

Imagem
Avdiivka, Donestk, Ucrânia Fevereiro de 2024 Plataforma de lançamento de foguetes múltiplos de 122mm, RM-70, de fabrico checo, equipada frontalmente com lâmina BZ-T (de operação hidráulica) para remoção de obstáculos ou preparação da posição, ao serviço da 110.ª Brigada Mecanizada ("110-та окрема механізована бригада", 110 ОМБр) das Forças Armadas da Ucrânia, em Fevereiro de 2024, na linha da frente na região de Avdiivka ("Авдіївка"), a cerca de 20 km do centro da cidade de Donetsk, no Leste da Ucrânia. A RM-70, assente sobre um chassis 8x8 Tatra 813 "Kolos", com cabina blindada, tem uma massa de 33,7 toneladas, é capaz de uma velocidade máxima de 85 km/h com um alcance operacional de 400 km. A plataforma de lançamento, com controlo digital, conta com 40 tubos, podendo projectar os respectivos foguetes de 122mm individualmente ou em conjunto. Os mesmos, na variante 9M22U (M-21OF), de alto explosivo de fragmentação, têm um alcance máximo de 20 km podendo, e

PATRULHA OCEÂNICO DA MARINHA PORTUGUESA ACOMPANHA NAVIO DA ACADEMIA RUSSA DE CIÊNCIAS

Imagem
Portugal 15 de Fevereiro de 2024 Navio de investigação "Akademik Mstislav Keldysh", "Академик Мстислав Келдыш" (IMO:7811018), da Frota Atlântica do Instituto Shirshov de Oceanografia ("Институт Океанологии Им. П.п. Ширшова"), parte da Academia Russa de Ciências ("Российской Академии Наук"), acompanhado na Zona Económica Exclusiva de Portugal continental pelo NRP "Viana do Castelo", número de amura P360, navio patrulha oceânico da classe "Viana do Castelo" da Marinha Portuguesa, comandando pelo capitão-de-fragata Ricardo José Sá Granja, a 15 de Fevereiro de 2024. O navio da Academia Russa de Ciências, largou de Murmansk, no Noroeste da Federação Russa, a 9 de Dezembro de 2023 e foi referenciado a entrar na Zona Económica Exclusiva da Noruega a 10 de Dezembro de 2023. Proveniente do Atlântico Sul, onde desde finais de Janeiro de 2024 operava a cerca de 700 milhas náuticas da foz do Amazonas, no Nordeste do Brasil, assinalava com

BRIGADA MECANIZADA DO EXÉRCITO PORTUGUÊS EM TREINOS NO CAMPO DE MANOBRAS DE SANTA MARGARIDA

Imagem
Santa Margarida, Constância, Santarém, Portugal 5 a 9 de Fevereiro de 2024 Um dos Leopard 2A6 do Grupo de Carros de Combate (GCC) da Brigada Mecanizada (BrigMec) do Exército de Portugal, envolvidos no exercício "Rosa Brava", no Campo de Manobras de Santa Margarida, em Constância, Santarém, entre 5 a 9 de Fevereiro de 2024. Neste exercício estiveram também envolvidas viaturas blindadas M577 A2 (variante de comando e controlo da M113), viaturas blindadas M113 de configuração equipada com lança-míssil guiado anti-carro BGM-71 TOW, bocas de fogo autopropulsadas de 155mm M109A5 (executando tiro), entre outros meios de engenharia, transporte e suporte. O Leopard 2A6 é um carro de combate de fabrico alemão (pela Krauss-Maffei-Wegmann), equipado com uma peça Rheinmetall de 120 mm L/55, estando dotado de blindagem de terceira geração com materiais compósitos, sendo operado por 4 elementos (comandante, condutor, artilheiro e municiador). O Exército Português tem, desde 2009, carros de

FRAGATA "ÁLVARES CABRAL" DA MARINHA PORTUGUESA EM TESTES DE ACEITAÇÃO COM MÍSSIL "HARPOON"

Imagem
Mar Báltico Abril de 1991 Lançamento de um míssil anti-navio RGM-84D "Harpoon", na variante de ensaio de tipologia BTV ("Blast Test Vehicle"), a partir do NRP "Álvares Cabral" (número de amura F331), no Mar Báltico, em Abril de 1991, comandada pelo capitão-de-fragata Jaime Montalvão e Silva, durante os testes de aceitação que viriam à conduzir à sua entrada ao serviço da Marinha Portuguesa, a 24 de Maio de 1991, como a segunda fragata da classe Vasco da Gama. Esta classe conta com 2 lançadores quádruplos de mísseis "Harpoon" (total de 8 mísseis). Trata-se de um míssil guiado por inércia e por radar, sub-sónico, voando a 864 km/h, com capacidade de "sea-skimming" (voando próximo do nível da ondulação), com um comprimento de 4,6 m e diâmetro de 34 cm, com uma massa total de 685 kg (cerca de 1 tonelada contando com o contentor de lançamento), armado com uma ogiva de 221 kg contendo 97,5 kg de alto-explosivo DESTEX, com um alcance operacion

"DRONES" NAVAIS UCRANIANOS ATACAM NAVIO DE ASSALTO ANFÍBIO RUSSO AO LARGO DA CRIMEIA

Imagem
Alupka, Crimeia, Ucrânia 14 de Fevereiro de 2024 Ataque ao navio de assalto anfíbio "Caesar Kunikov" ("Tsezar Kunikov", "цезарь куніков"), classe Project 775 (designação NATO "Ropucha") da Frota do Mar Negro da Marinha da Federação Russa, com recurso recurso a vários "drones" navais de superfície "Magura v5" operados pelo "Group 13" da Direcção Geral dos Serviços de Informações Militares da Ucrânia, a 14 de Fevereiro de 2024, ao largo da região balnear de Alupka ("Алу́пка") no Sul da Crimeia, Ucrânia. Esta navio, foi, a 10 de Agosto de 2008, o navio almirante da Marinha da Federação Russa na batalha naval com navios da Marinha da Geórgia, no Mar Negro Oriental, ao largo da Abecásia. O "Caesar Kunikov" (BDK-64), ao serviço da Marinha da Federação Russa desde 30 de Setembro de 1986, actualmente afecto à 197.ª Brigada de Navios de Desembarque da Frota do Mar Negro, com o número de amura 158, desloca