Mensagens

Operações Especiais da Marinha Espanhola resgatam navio sequestrado por piratas ao largo da Somália

Imagem
Oceano Índico 23 de Maio de 2024 Militares da "Fuerza de Guerra Naval Especial" (FGNE), unidade de Operações Especiais da Marinha Espanhola, a operar sob a égide da Força Naval da Operação Atalanta da União Europeia (EUNAVFOR ATALANTA), a partir da fragata "Canarias" (F86), classe Santa María, abordam em descida em "fast rope" desde um Sikorsky SH-60(F) Seahawk, o navio mercante "Basilik" (IMO 9539377), de pavilhão liberiano, a cerca de 400 milhas náuticas a Oeste de Mogadíscio, na Somália, na noite de 23 de Maio de 2024, libertando o mesmo de uma acção de sequestro conduzida por piratas. Perante a abordagem de embarcações piratas, a tripulação do "Basilik", de 17 elementos, lançou o alerta e refugiou-se, seguindo protocolo, na sala de pânico da cidadela do navio. A "Armada" Espanhola, a operar a partir da fragata "Canarias" (F86), projectou uma força de abordagem do FGNE, em helicóptero SH-60 "Seahawk", co

"Dagger" da Força Aérea Argentina em ataque a baixa altitude durante a Guerra das Falklands

Imagem
San Carlos, Falklands 24 de Maio de 1982 Uma das aeronaves IAI "Dagger" do "Grupo 6" da Força Aérea Argentina em ataque, a muito baixa altitude, voando entre os navios da Marinha do Reino Unido ("Royal Navy"), na manhã de 24 de Maio de 1982, em San Carlos, nas Falklands. Entre 21 e 25 de Maio de 1982, reagindo em contra-ataque ao desembarque das forças britânicas sobre San Carlos, os "Dagger" argentinos atingiram 4 navios da "Royal Navy", afundando um deles, a fragata HMS Ardent, e danificando significativamente outro, a fragata HMS Argonaut, ambas da classe Type 21 de 2 500 toneladas e 113 metros. No ataque dos "Daggers" a 24 de Maio de 1982, que esta foto documenta, conduzido por 3 aeronaves, foram atacados navios e objectivos em terra, tendo um dos Daggers sido abatido por acção de aviões Sea Harrier. Os "Dagger" operavam a partir da Base Aero-naval de Río Grande, na Argentina, a cerca de 600 km deste objectivo, d

Operações Especiais da Guarda Nacional Ucraniana preparam cargas em "drones" na linha da frente da região de Kharkiv

Imagem
Vovchansk, Kharkiv, Ucrânia 16 de Maio de 2024 Militar ucraniano do grupo de combate "Chapéu Afiado" ("Гострі картузи") da sub-unidade "Omega" ("Омега") do Centro de Operações Especiais ("Центр спеціальних операцій") da Guarda Nacional da Ucrânia ("Національна гвардія України"), prepara, a 16 de Maio de 2024, "drones" (FPV) com cargas explosivas para uso na linha da frente de Vovchansk ("Вовчанськ"), a 60 km de Kharkiv, no Nordeste da Ucrânia, a 8 km da fronteira, a Norte, com a Federação Russa. Ao fundo, encoberta pela vegetação, está uma "pickup" Toyota Hilux. Na mão do militar ucraniano está uma carga explosiva com uma secção frontal de carga direccionada ("shaped charge"), de produção local customizada, destinada ao uso como arma anti-carro. Mais à esquerda do mesmo (à direita na foto), podemos ver um drone preparado, com carga de granada de 93mm PG-7VL ("ПГ-7ВЛ"), usada co

Marinha Portuguesa acompanha navio de investigação da Federação Russa proveniente da Antártida

Imagem
Oceano Atlântico, Portugal 20 a 21 de Maio de 2024 Acompanhamento na Zona Económica Exclusiva de Portugal ao navio de investigação científica "Akademik Aleksandr Karpinskiy" ("Академик Александр Карпинский"), IMO 8227238, "callsign" UIZO, da Federação Russa, por parte da Marinha Portuguesa, com o NRP Zaire (P1146), navio patrulha da classe Cacine, a 20 de Maio de 2024, a operar a partir da Zona Marítima da Madeira, e o NRP Viana do Castelo (P360), navio patrulha oceânico da classe Viana do Castelo, a 21 de Maio de 2024, a operar a partir da Base Naval de Lisboa. Foi antes acompanhado, entre 8 e 11 de Fevereiro de 2024, pela Força Aérea Portuguesa e pela Marinha Portuguesa, quando rumava ao Atlântico Sul. Nesta sua viagem de regresso, proveniente da Antártida, fez escala em Montevideo, capital do Uruguai, a 26 de Abril de 2024, de onde largou a 30 de Abril de 2024, e navega com destino anunciado para o Báltico, São Petersburgo, na Federação Russa, que dever

Forças Especiais Belgas em manobra em viaturas 4x4 de reacção rápida no Teatro de Operações do Sahel

Imagem
Sahel, África 2019 Militares do Grupo de Forças Especiais (SFGp) do Exército da Bélgica em manobra na região africana do Sahel, em 2019, no contexto da Operação "New Nero" (ONN), em viaturas de reacção rápida 4x4 Jankel Fox RRV, armadas, na posição elevada, com metralhadora pesada FN Herstal M2HB-QCB Mk2 em calibre 12.7x99mm NATO, equipada com óptica Aimpoint MPS3 ("red dot"). As viaturas 4x4 Jankel Fox RRV ("Rapid Reaction Vehicle") correspondem a uma plataforma Toyota Land Cruiser 79 modificada e preparada para uso militar, em contexto de forças de operações especiais com propósito de elevada mobilidade, modularidade e flexibilidade. Com uma guarnição de 4 a 6 elementos, com uma massa de 4,2 toneladas, podem alcançar uma velocidade máxima de 140 km/h com uma autonomia de operacional de 1 200 km. Pode estar armada com uma metralhadora pesada ou lança gramadas automático na posição elevada e com uma metralhadora média na posição ao lado do condutor, contan

Paraquedista alemão transportando lança granadas automático de 40mm

Imagem
Câmpia Turzii, Roménia 13 de Maio de 2024 Paraquedista da 1.ª Brigada Aerotransportada ("Luftlandebrigade 1", LLBrig 1) da Divisão de Forças Rápidas ("Division Schnelle Kräfte") das Forças Armadas Alemãs, transporta, em suporte sobre as suas costas, um lança-granadas automático de 40mm, Heckler & Koch GMG (com uma massa de 29kg), no decurso do exercício NATO "Swift Response", em Câmpia Turzii, no centro da Roménia, a 13 de Maio de 2024. O militar alemão está armado com uma pistola metralhadora Heckler & Koch MP7 ("Maschinenpistole 7"), em calibre 4.6×30mm HK. Parte do exercício NATO "Steadfast Defender", o exercício multinacional "Swift Response", compreendeu a largada a 13 de Maio de 2024 (inicialmente prevista para o dia anterior, mas adiada por condições metereológicas adversas) com cerca de 1 500 paraquedistas (da França, Alemanha, Roménia, Espanha, Estados Unidos e Holanda) e 14 aeronaves, a operarem a partir da 7

Escavadora blindada do Corpo de Engenharia de Combate de Israel em manobra junto a Gaza

Imagem
Israel 14 de Maio de 2024 Uma escavadora blindada de rastos Caterpillar CAT 349E, de uma sub-unidade do Corpo de Engenharia de Combate ("חיל ההנדסה הקרבית") das Forças de Defesa de Israel (IDF), entre dois carros de combate Merkava Mk4, em manobra a 14 de Maio de 2024 junto à fronteira com a Faixa de Gaza, no Sul de Israel. Esta variante de engenharia de combate da CAT 349E incorpora protecção e blindagem alargada, cobrindo, no braço, todas as componentes hidráulicas mais vulneráveis (mangueiras) e reforçando a cabina de operação com protecção balística. Produzida desde 2011, a plataforma base tem uma massa em torno das 50 toneladas (substancialmente aumentada nesta variante), com uma motorização de 400 hp. A escavadora apresenta, à retaguarda, a bandeira "Chabad-Lubavitch Mashiach", do contexto religioso do judaísmo hassídico. É composta por um fundo amarelo, representando a luz e esperança de um messias; ao centro, por uma coroa, simbolizando a dinastia do Rei Dav

2018 - Líder do "Hamas" para o território de Gaza com pistola Glock 19 com supressor de som capturada a força de operações especiais de Israel

Imagem
Khan Yunis, Faixa de Gaza 16 de Novembro de 2018 Yahya al-Sinwar ("يحيى السنوار"), líder do Hamas ("حماس") para o território de Gaza, com uma pistola Glock 19 (Gen3), calibre 9x19mm, com supressor de som EMTAN, no decurso de uma cerimónia fúnebre, em Khan Yunis, no Sul da Faixa de Gaza, a 16 de Novembro de 2018. Esta cerimónia decorre face a sete baixas mortais entre os membros das Brigadas de al-Qassam ("كتائب القسام"), o braço armado do Hamas, após confronto com militares das Forças de Defesa de Israel, de que resultaria a captura desta mesma pistola. Na noite de 11 de Novembro de 2018, uma força de operações especiais das Forças de Defesa de Israel (IDF) conduziu uma operação não convencional de infiltração na área de Khan Yunis, no Sul da Faixa de Gaza. Usando roupas civis e uma viatura civil (uma carrinha Volkswagen) acabariam por ser detidos num "checkpoint" de forças do Hamas e, não conseguindo ultrapassar o interrogatório, tem lugar um ti

Artilheiro ucraniano lança "drone" de observação de objectivos e direcção de tiro

Imagem
Ucrânia Maio de 2024 Lançamento de uma aeronave não tripulada de observação A1-CM "Furia" por um militar da 45.ª Brigada de Artilharia ("45 окрема артилерійська бригада", 45 ОАБр, А2943) do Exército da Ucrânia, no Leste da Ucrânia, em Maio de 2024. O "Furia" é usada por esta unidade como plataforma de identificação de objectivos e direcção de tiro - a cargo, entre outras, de peças rebocadas M777 de 155mm e auto-propulsionadas "Archer" de 155mm, com alcance de 20 a 30 km. Desenvolvido e produzido, desde 2014, pela ucraniana Athlon-Avia, construído em fibra de vidro, fibra de carbono e "kevlar", com um perfil de "asa voadora" (com envergadura de 2 metros e um comprimento de 0,9 metros), o "Furia" é propulsionado por um motor eléctrico (à retaguarda), alimentado por baterias de iões de lítio de 42 000 mAh, que lhe permite uma velocidade de cruzeiro de 65 km/h, com um alcance operacional de 50 km e uma janela de voo de 3

Fuzileiros dos Estados Unidos em exercício bilateral de assalto anfíbio na Ilha de Sumatra

Imagem
Bandar Lampung, Sumatra, Indonésia 18 de Maio de 2024 Desembarque de fuzileiros afectos à Companhia Ligeira de Reconhecimento do 1.º Batalhão (1/5) do 5.º Regimento da 1.ª Divisão de Fuzileiros dos Estados Unidos, a aqui a operar sob a 15.ª Unidade Expedicionária (15MEU) do Corpo de Fuzileiros dos Estados Unidos (USMC), em Bandar Lampung, na Ilha de Sumatra, Indonésia, a cerca de 200 km a Noroeste da capital, Jakarta, a 18 de Maio de 2024, no decurso de um treino de assalto anfíbio no contexto do exercício anual CARAT Indonesia. Podemos observar na foto, junto à cintura do fuzileiro em primeiro plano, preso ao respectivo colete, um lança granadas Heckler & Koch M320, mono-tiro, de 40mm. No militar imediatamente à frente deste, temos, na vertical, uma M27 IAR ("Infantry Automatic Rifle"), assente na plataforma HK416 da Heckler & Koch. É uma espingarda automática em calibre 5.56×45mm NATO, ao serviço dos USMC desde 2010, com mais de 14 000 unidades produzidas, e que vei

Queda de helicóptero no Norte do Irão vitima Presidente e Ministro dos Negócios Estrangeiros iranianos

Imagem
Irão 19 de Maio de 2024 Um helicóptero Bell 212, matrícula 6-9207 (MSN 35071), operado pela Força Aérea da República Islâmica do Irão, despenhou-se, a 19 de Maio de 2024, após as 16:00 locais, a cerca de 2 200 metros de altitude na região montanhosa e florestada de Dzmar, entre as localidades de Uzi e Pir Dawood, no Norte do Irão, geo-referenciação 38.718959, 46.654892 , ref.  https://maps.app.goo.gl/e3z3Kk4i7ztpkeMu9  , a 550 km a NW da capital, Teerão, provocando 8 baixas mortais (todo os ocupantes), entre as quais Ebrahim Raisi, presidente do Irão desde Junho de 2021 e o respectivo Ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amirabdollahia, bem como o chefe da guarda pessoal do presidente, o Brigadeiro-General do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica, Mehdi Mousavi. Este meio aéreo, afecto à Esquadra VIP da Força Aérea do Irão, procedia à viagem de regresso a Tabriz após deslocação, nesse mesmo dia, para a inauguração do complexo hidroeléctrico da barragem de Qiz Qalasi (um project

Moto de todo-o-terreno com "sidecar" em força táctica de Fuzileiros Portugueses

Imagem
Aveiro, Portugal 19 de Maio de 2024 Moto com "sidecar", Ural Cross, armada com metralhadora MG 3, calibre 7.62×51mm NATO, parte de uma coluna motorizada em configuração táctica ("Light and Fast") do Corpo de Fuzileiros da Marinha Portuguesa. Esta coluna, comandada pelo Aspirante-Fuzileiro João Francisco Pinto Freitas, desfila aqui em parada no decurso das comemorações do Dia da Marinha, no Cais da Fonte Nova, em Aveiro, a 19 de Maio de 2024. Produzida desde 2009 e com 2 gerações posteriores,  a Ural Cross, desenvolvida pelo distribuidor Europeu da marca, a austríaca URAL Motorcycles GmbH, com base em requisitos de maior flexibilidade de uso em campo e para a prática desportiva em contexto competitivo, é uma moto com "sidecar", em tipologia de todo-o-terreno ("cross"), com motor de 2 cilindros a 4 tempos, de 745 centímetros cúbicos, com 40 hp às 5 500 rotações por minuto. Tem 2,58 metros de comprimento, 1,7 metros de largura e 1,1 metros de altura

Operações Especiais do Exército Português em formação de combate urbano em Hospital desactivado

Imagem
Lamego, Viseu, Portugal Maio de 2024 Militares do Exército de Portugal, do Curso de Operações Especiais, durante a componente de instrução e formação introdutória ao combate em ambiente urbano, conduzido pelo Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE) nas instalações do antigo Hospital Distrital de Lamego (propriedade da Santa Casa da Misericórdia), desactivado desde 2013, em Lamego, distrito de Viseu, Portugal, Maio de 2024. Os formandos do CTOE estão aqui armados com espingardas automáticas SIG SG 543, dita versão "curta", em calibre 5.56×45mm NATO, com coronha rebatível, e pistolas SIG Sauer P228, em calibre 9x19mm Parabellum. A SIG SG 543 entrou ao serviço das forças de operações especiais do Exército de Portugal, tendo sido produzida localmente pela INDEP (Indústrias Nacionais de Defesa, E.P.), sob licenciamento do fabricante Suíço, "Schweizerische Industrie Gesellschaft" (SIG). O curso da especialidade de Operações Especiais do Exército Português tem a dur

"Stormer" britânico de defesa anti-aérea de curto-alcance em exercício no Báltico

Imagem
Estónia 15 de Maio de 2024 Viatura blindada Alvis "Stormer" HVM ("High Velocity Missile"), matrícula 87KJ63, de uma das sub-unidades da 16.ª Brigada de Assalto Aerotransportado do Exército Britânico, com os seus oito suportes (2x4) para lançadores de mísseis Thales "Starstreak" de defesa anti-aérea de curta distância, no decurso do exercício "Kevadtorm" ("Spring Storm", "Tempestade de Primavera), na Estónia, ao início da tarde de 15 de Maio de 2024. Nesta sua 19.ª edição, o exercício anual "Kevadtorm", decorreu de 6 a 17 de Maio de 2024, nas regiões estonianas de Pärnu, Lääne, Ilha de Saaremaa, Ilha de Hiiumaa e Viljandimaa. Com a participação de 14 000 militares das forças da Estónia (que o promove), dos Estados Unidos, de França, da Polónia e do Reino Unido, enquadrou-se também no contexto do exercício alargado NATO "Steadfast Defender". A plataforma "Stormer" conta, no topo do seu chassis, com até 8

Treino de mergulhadores sapadores aerotransportados em porto do Báltico

Imagem
Paldiski, Estónia 12 de Maio de 2024 Mergulhadores do 23.º Regimento de Engenharia Paraquedista dos "Royal Engineers" do Exército Britânico, inspeccionam as condições de segurança do porto de Paldiski, na Estónia, Mar Báltico, a 12 de Maio de 2024, no decurso do exercício "Swift Response 24" (parte do exercício alargado NATO "Steadfast Defender"). Paldiski, no Noroeste da Estónia, dista cerca de 350 km de São Petersburgo, a segunda maior cidade da Federação Russa, importante porto e base naval. Esta acção visa treinar os procedimentos de verificação sub-aquática e ribeirinha da integridade e estabilidade de infra-estrututuas portuárias e da ausência de ameaças sobre as mesmas, por forma a garantir o desembarque em segurança de forças adicionais. O cabo de cor laranja na foto faz parte do equipamento standard, de alta visibilidade e flutuante, usado em acções de mergulho técnico ou de busca e salvamento, permitindo acompanhar e localizar a posição e percurs