NRP "Arpão" larga de Lisboa para missão NATO no Árctico


Base Naval de Lisboa, Portugal
3 de Abril de 2024

Largou da Base de Naval de Lisboa, ao início da manhã de 3 de Abril de 2024, o submarino NRP "Arpão" (S161) da classe "Tridente" da Marinha Portuguesa, sob comando do capitão-de-fragata Filipe Clemente Taveira Pinto liderando uma guarnição de 3 dezenas de elementos, em missão que os levará a integrar a operação "Brilliant Shield" da NATO, em patrulha no Atlântico Norte e no Árctico ao longo dos próximos 77 dias, até 19 de Junho de 2024. Estará envolvido com as Marinhas dos Estados Unidos, do Canadá e da Dinamarca em acções de patrulha no eixo Gronelândia, Islândia e Reino Unido, estando prevista a realização de missões em imersão sob a calote polar (inédita para a força de submarinos da Marinha Portuguesa).

Construído pela Howaldtswerke-Deutsche Werft GmbH (HDW), em Kiel, na Alemanha, sob tipologia U-209PN, o NRP "Arpão" entrou ao serviço da Marinha Portuguesa em 22 de Dezembro de 2010. Desloca 2 020 toneladas submerso, com um comprimento de 67,7 metros e um boca de 6,35 metros, capaz de uma velocidade, submerso, de 20 nós (37 km/h), com um alcance operacional de 12 000 milhas náuticas (22 000 km).

Com uma guarnição base de 33 elementos (7 oficiais, 10 sargentos e 16 praças), está armado com 8 tubos lança torpedos de 533mm (4 deles aptos ao lançamento de mísseis UGM-84L "Harpoon"). Transporta até 12 torpedos WASS Blackshark. Pode ainda transportar 10 militares adicionais de unidades de operações especiais, designadamente operacionais do DAE ("Destacamento de Acções Especiais") da Marinha Portuguesa.

Foto via Marinha Portuguesa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas