Inactivação de marcadores marítimos de posição em zona de praia


Tróia, Portugal
10 de Abril de 2024

Marcadores marítimos de posição, modelo SC-25 da canadiana HFI Pyrotechnics Inc, deram à costa em Tróia, junto às ruínas do Palácio Sotto Mayor, Portugal, tendo sido alvo de acção de inactivação por parte de especialistas EOD ("Explosive Ordnance Disposal") do Destacamento de Mergulhadores Sapadores da Marinha Portuguesa, a 10 de Abril de 2024.

Cada marcador SC-25, com 47 cm de comprimento, 7,6 cm de diâmetro, com uma massa total de 1,7 kg, contém, quando activo, uma carga pirotécnica de 820 gramas. Lançado a partir de aeronaves destina-se a marcar com emissão de fumo ao longo de 13 minutos e meio, posições no mar, sendo de accionamento automático após 20 segundos em contacto com a água. Esta marcação visa denotar um ponto de interesse ou contacto - seja num contexto de busca e salvamento ("Search and Rescue", SAR) ou de patrulha anti-submarina. Permite ainda aferir a direcção do vento.

A inactivação teve lugar com a aplicação de uma barra flexível de explosivo de carga direccionada (tipologia "flexible linear shaped charge", FLSC), que irá resultar na abertura do invólucro metálico do marcador marítimo e na queima do material pirotécnico que possa subsistir no seu interior.

Fotos via Marinha Portuguesa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas