Destacamento de Acções Especiais da Marinha Portuguesa treina abordagem no Mar Negro


Roménia
8 a 21 de Abril de 2024

Militares do Destacamento de Acções Especiais (DAE) da Marinha Portuguesa, em parceria com 164.º Esquadrão "Forte Navale pentru Operatii Speciale" (FNOS) da Força de Operações Especiais Marítima Romena, treinam em contexto de visita, abordagem, busca e captura de meios navais ("Visit, Board, Search, and Seizure", VBSS), operando a partir de uma embarcação semi-rígida do fabricante galego Narwhal, no decurso do exercício "Sea Shield" no Teatro de Operações do Mar Negro, Roménia, em Abril de 2024.

O militar português à direita na foto, está armado com espingarda automática Heckler & Koch HK416, em calibre 5.56×45mm NATO, equipada com óptica EOTech HWS ("Holographic Weapon Sights"), com lanterna táctica Surefire M600 e apontador iluminador laser Steiner DBAL ("Dual Beam Aiming Laser Intelligent"). Transporta, ao topo da sua mochila, máscara de protecção táctica com o respectivo filtro, de cor cinza, visível.

Estes militares portugueses estão afectos à 6ª Força Nacional Destacada de Operações Especiais da Marinha Portuguesa (6FND SOMTU ROU), que integra o Contingente Nacional na Roménia.

O exercício "Sea Shield", liderado pelas Forças Navais da Roménia, decorreu de 8 a 21 de Abril de 2024 no Teatro de Operações do Mar Negro e do Delta do Danúbio, envolvendo 10 países da NATO (Estados Unidos da América, Portugal, Espanha, França, Itália, Reino Unido, Holanda, Bélgica, Alemanha, Polónia, Turquia, Grécia, Bulgária) e 2 países parceiros (Moldávia e Geórgia), num colectivo de 2 200 militares, 27 meios navais (ribeirinhos, costeiros e oceânicos), 17 aeronaves e 91 viaturas.

Foto via Marinha Portuguesa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas