Engenharia húngara treina transporte anfíbio em zona ribeirinha


Rio Tisa, Szentes, Hungria
Abril de 2024

Militares do 14.º Regimento de Engenharia "Rákóczi Ferenc II" ("II Rákóczi Ferenc 14. Műszaki Ezred") das Forças Armadas da Hungria treinam, com viatura anfíbia de lagartas PTSZ-M (matrícula 641-006), operações de transporte e desembarque em contexto ribeirinho, na transposição do Rio Tisa, geo-referenciação 46.67115260983022, 20.2219418278794 , ref. https://maps.app.goo.gl/yoQCzDDt4puAEL2s7 , a cerca de 3 km a Nordeste de onde estão baseados, em Szentes, no Sul da Hungria, em Abril de 2024.

A PTSZ-M tem um comprimento de 11,5 metros, uma massa de 17,7 toneladas, podendo transportar de 5 toneladas (em terra) até 10 toneladas (na água) ou 70 passageiros. O acrónimo PTSZ-M resulta da designação original em russo "Plavajuscsij Trasnzportyor Szrednyij - Modernizirovannyy", "Viatura Média de Transporte Anfíbio - Modernizada". Propulsionada por um motor diesel V–54P V12 de 350 hp, alcança uma velocidade máxima de 40 km/h (na água, de 10 km/h), com um alcance operacional de 300 km. Trata-se de um desenho original de 1965 tendo, com algumas variantes, sido produzidas mais de 20 mil unidades.

Esta viatura é alcunhada na Hungria de "Táltos", uma figura da mitologia e do folclore húngaros.

Foto por Sargento Miklós Janó | Forças Armadas da Hungria

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas