TREINO DE UNIDADE CHINESA DE RECONHECIMENTO


China
11 de Novembro de 2022

Militares de uma unidade de reconhecimento de uma Brigada aerotransportada do Exército de Libertação Popular da China, num exercício de simulação de combate usando fatos "ghillie" de camuflagem avançada, na China, a 11 de Novembro de 2022.

O militar em primeiro plano (e os dois em coluna à sua retaguarda) está armado com uma espingarda automática, "bullpup", QBZ-95 (Type 95), em calibre 5.8×42mm DBP87. O militar em plano mais afastado, à direita na foto, está aparentemente armado com uma espingarda semi-automática, "bullpup", QBU-88, em calibre 5.8×42mm DPM87, equipada com mira telescópica (6-24×44), atribuída a um atirador designado.

A expressão "ghillie" deriva do termo do gaélico escocês "gille" e o seu uso associado a Ghillie Dhu (ou Gille Dubh ), uma figura da mitologia escocesa, vivendo no campo vestida com musgo e com folhas. O seu uso militar remonta aos inícios do século XX, por parte de atiradores especiais dos "Lovat Scouts" (um Regimento Escocês) durante a Segunda Guerra Boer (1899-1902) na África do Sul.

Foto por Wang Bin (Exército de Libertação Popular da China)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"