MARINHA PORTUGUESA DETECTA MINA NAVAL NA GRÉCIA


Mar Mediterrâneo, Grécia
7 a 12 de Novembro de 2022

A guarnição do NRP "Viana do Castelo", número de amura P360, navio patrulha oceânico da classe "Viana do Castelo" da Marinha Portuguesa, detectou uma mina naval da 2.ª Guerra Mundial, com uma carga de 600 kg de explosivo, ao operar no contexto do exercício "NIRIIS", de 5 a 13 de Novembro de 2022, no Mar Mediterrâneo, junto à costa da Grécia.

Esta acção recorreu à operação de veículos submarinos não tripulados e à intervenção dos mergulhadores do Destacamento de Mergulhadores Sapadores n.º 3 da Marinha Portuguesa. Ainda que surgindo no decurso do exercício, não estava prevista no mesmo (onde existiam, e foram detectadas, outras minas a tal afectas). O exercício "NIRISS" decorreu em redor da ilha grega de Creta ("Κρήτη") e da península de Peloponeso ("Πελοπόννησος"), envolvendo, sob organização das Forças Gregas, meios NATO e meios de Israel.




O NRP "Viana do Castelo" participou neste exercício sob a égide do "Standing NATO Mine Counter Measures Group Two" (SNMCMG2) ao qual se juntou tendo partido da Base de Naval de Lisboa a 8 de Outubro de 2022, e junto do qual estará a operar até 21 de Dezembro de 2022, no âmbito da “enhanced NATO Response Force 2022 (eNRF)”.

O SNMCMG2 tem por missão principal, precisamente, a detecção e remoção de minas, operando no Teatro de Operações do Mediterrâneo. É actualmente comandado pelo Capitão Yusuf Karagülle (Marinha da Turquia), sendo composto por 7 navios: TCG Yzb Gungor Durmus (A-574), um navio de suporte logístico da Marinha da Turquia, e o navio almirante deste grupo; HNMLS Vlarrdingen (M683), um draga-minas da Marinha Holandesa; BNS Narcis (M923), um draga-minas da Marinha Belga; TCG Akcay (M270), um draga-minas da Marinha Turca; ITS Viareggio (5559), um draga-minas da Marinha Italiana; ESPS Duero (M35), um draga-minas da Marinha Espanhola; e NRP "Viana do Castelo" (P360), um patrulha oceânico da Marinha Portuguesa.

Comandado pelo Capitão-de-Fragata Ricardo José Sá Granja, o NRP "Viana do Castelo" conta com 67 militares embarcados, incluindo uma equipa de segurança constituída por elementos do Corpo de Fuzileiros, uma equipa do Destacamento de Mergulhadores Sapadores nº 3, um médico naval e um oficial do Centro de Gestão e Análise de Dados Operacionais.

O NRP "Viana do Castelo" (P360) desloca 1 750 toneladas, tem um comprimento de 83,10 metros, um boca de 12,95 metros e um calado de 3,82 metros. Consegue alcançar uma velocidade máxima de 21 nós, com um alcance de 4 859 milhas náuticas (a 15 nós). Está armado com uma peça Oto Melara Marlin-WS, de 30 mm, 2 metralhadoras pesadas Browning M2 e 2 metralhadoras médias MG3. Conta com uma guarnição base de 42 militares (6 oficiais, 9 sargentos, 27 praças). Conta com "deck" com capacidade para receber um helicóptero Westland Lynx Mk95.

A classe "Viana do Castelo" conta com 4 navios ao serviço (números de amura 360 a 363), construídos pela West Sea / Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

Foto via Forças Armadas Portuguesas

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"