EXERCÍCIO A BAIXA ALTITUDE NA PAPUA-NOVA GUINÉ


Papua-Nova Guiné
18 de Novembro de 2022

O Capitão Giovanni Allevato e o Capitão Joshua Torano, pilotos de um C-17 Globemaster III da Força Aérea dos Estados Unidos, voam no decurso do exercício "Global Dexterity", na Papua-Nova Guiné, a 18 de Novembro de 2022, numa formação a baixa altitude com outra aeronave C-17 Globemaster III, ao serviço da Força Aérea da Austrália, que pode ser vista na foto, à direita, ao centro do vale, sobre o rio.

O exercício "Global Dexterity" decorreu ao longo de uma semana, de 12 a 19 de Novembro de 2022, coordenado pela Esquadra N.º 36 da Força Aérea Australiana (RAAF, "Royal Australian Air Force") a partir da sua base aérea em Amberley, Ipswich, Queensland, no Leste da Austrália. Tratou-se de um exercício bilateral, entre a Austrália e os EUA, no âmbito do transporte aéreo no contexto alargado do Pacífico Sul. As acções desenvolvidas levaram à execução de 20 saídas, num total de 97 horas de voo, compreendendo cenários tácticos que desenvolveram, entre outros, a voo em formação a baixa altitude, o reabastecimento em voo (a partir de um KC-30A da RAAF), à largada de carga a partir do ar, e a voos com uso de sistemas de visão nocturna.

Este C-17 Globamaster III da Força Aérea dos EUA ("U.S. Air Force", USAF), e sua tripulação, estão afectos ao "535th Airlift Squadron", parte da "15th Wing", sediados em Pearl Harbour, no Hawaii, e operam em todo o Teatro de Operações do Pacífico. Neste exercício as forças dos EUA contaram ainda com a participação da Guarda Nacional do Hawaii.

O Boeing C-17 Globemaster III é uma aeronave de transporte propulsionada por 4 turbinas Pratt & Whitney F117-PW-100 que lhe permitem uma velocidade máxima de 830 km/m . É tripulada por 3 elementos (2 pilotos e 1 "load master"). As dimensões do espaço de carga do C-17 são de 27 metros de comprimento por 5 metros e meio de largura com uma altura de 3,76 metros. A capacidade de carga é de 77 toneladas, podendo, por exemplo, transportar um carro de combate M1 Abrams ou 102 militares (paraquedistas) equipados. Se totalmente carregado o C-17 representa um peso total à descolagem de 265 toneladas.

A primeira unidade entrou ao serviço dos EUA em Junho de 1993, e conta hoje com 157 unidades activas na Força Aérea, 47 na Guarda Nacional e 18 na Reserva. A Austrália recebeu as suas primeiras unidades entre 2006 e 2008, contando com 8 unidades activas.

Foto por Sargento Alan Ricker (USAF)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"