"CRUSADER" DE RECONHECIMENTO EM "MONUMENT VALLEY"


Monument Valley, Utah, EUA
1985

Duas aeronaves RF-8G "Crusader", da Esquadra de Reconhecimento Fotográfico VFP-206 da Marinha dos Estados Unidos, em 1985, voando sobre o icónico "Monument Valley" nos EUA. A aeronave mais à direita na foto é pilotada por Chuck Wagner; a aeronave mais à esquerda da foto, é pilotada por Tim Sullivan.

Designado na gíria da Marinha Americana por "Photo Gator", o RF-8G, uma versão "upgraded" do RF-8A, era uma variante do F-8 especializada em reconhecimento fotográfico, que esteve ao serviço da Marinha ("U.S. Navy") e do Corpo de Fuzileiros dos EUA (USMC). Do total de 1 261 F-8 "Crusaders" construídos pela Chance Vought Aircraft, 73 foram modificados para a versão RF-8G, tendo esta sido, precisamente, a última versão do F-8 a sair de serviço, em 1987 (tendo as primeiras unidades sido introduzidas em 1957).

Com uma envergadura de asa de 11 metros e um comprimento de 17 metros, era propulsionado por uma turbina Pratt & Whitney J57-P-20A que lhe permitia alcançar uma velocidade máxima de 1 974 km/h (em cruzeiro de 496 km/h), com um alcance operacional de 730 km. Com um peso bruto de 13 toneladas, o RF-8G estava desprovido de sistemas de armamento, estando equipado com várias camaras, com sensores e equipamentos de contramedidas electrónicas bem como "flares" e "chaff" como defesa antimíssil.

As diferentes gerações do F-8 encerram vários detalhes de relevo da história da aviação. Foi um F8U-1P que, pilotado por John H. Glenn Jr (USMC), completou com sucesso o primeiro voo supersónico transcontinental, interligando Los Alamitos, na Califónia a Bennet Field, em New York (em 3 horas e 23 minutos). Foi, em 1962, com base em voos de reconhecimento fotográfico de baixa altitude conduzidos por aeronaves RF-8A sobre Cuba, que foram recolhidas milhares de fotos - documentando em detalhe (em complemento às fotos de alta altitude realizadas pelos U-2) a presença e posterior retirada de mísseis balísticos R-12 ali colocados pela União Soviética. Mais tarde, a 3 de Abril de 1965, a operarem a partir do porta-aviões USS Hancock, foram quatro aeronaves F-8E as primeiras a entrar em combate aéreo envolvendo jactos na Guerra do Vietname, contra oito aeronaves Mig-17 da Força Aérea do Vietname do Norte. Foi ainda um F-8U o primeiro avião, a operar a partir de porta-aviões, a ultrapassar a marca de velocidade dos 1 600 km/h.

A foto aqui apresentada foi realizada junto ao conjunto de três formações rochosas (da direita para a esquerda), "Stagecoach", "Bear and Rabbit" e "Castle Rock", com cerca de 300 metros de altura acima do planalto, no Estado do Utah, a apenas 4 km da fronteira com o Estado do Arizona (geo-referenciação 37.032883, -110.075828 ; https://goo.gl/maps/8K2po9axGyjM1J5h8 ). Tratam-se de formações resultado de milhões de anos de erosão num majestoso e icónico conjunto de várias num espaço designado por "Monument Valley".

Foto via Museu Nacional da Aviação Naval da Marinha dos EUA

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas