FUZILEIROS UCRANIANOS TREINAM COM "ROYAL MARINES COMMANDOS" EM INGLATERRA


Reino-Unido
18 de Julho a 3 de Agosto de 2023

Cerca de 9 centenas de fuzileiros ucranianos terminaram com sucesso um programa de instrução e treino, que decorreu ao longo de 6 meses, desde Janeiro de 2023, prestado pelas Forças Armadas do Reino Unido com instrutores do "42 Commando" e "47 Commando" ("Raiding Group") da 3.ª Brigada de "Commandos" dos "Royal Marines", bem como engenheiros de combate (sapadores) do "24 Commando" e artilheiros do "29 Commando" do Exército Britânico.
O programa de intrução e treino compreendeu assalto anfíbio, operações ribeirinhas, abordagem a navios e operação com embarcações de infiltração e desembarque, bem como a operação de morteiros, de armas anti-carro ("NLAW") e de defesa anti-aérea ("Stinger"), de "drones" de reconhecimento, e o uso de explosivos para a remoção de obstáculos como sejam os "Dentes de Dragão" ("Drachenzähne") - elementos piramidais de betão destinados a barrar ou atrasar a marcha de carros de combate. De notar que o Reino Unido tem um longo historial de formação já prestada às Forças Armadas da Ucrânia tendo, entre 2015 e 2022, dado instrução a um acumulado de 22 000 operacionais (Operação "ORBITAL").
Este registo vídeo acompanha exercícios de campo entre 18 de Julho e 3 de Agosto de 2023, a partir da base naval de Taman (Plymouth, Inglaterra) onde estão aquartelados os 47 Commando ("Raiding Group"), com acções ribeirinhas sobre o rio Tamar e o rio Lynher e, na margem Sul deste, a 2 de Agosto de 2023, com um assalto ao Forte Scraesdon (geo-referenciação 50.37185013375028, -4.261299710620919 , ref. https://goo.gl/maps/umpihZMtAoQZjeHj9 ), construído em 1868 e parte das linhas de defesa do porto de Devonport.




Os fuzileiros ucranianos podem aqui ser vistos a treinar com espingardas automáticas L85A1, em calibre 5.56×45mm NATO, correspondente à plataforma de espingarda padrão das Forças do Reino-Unido. No exercício de assalto ao Forte Scraesdon podemos ver também uma metralhadora média FN MAG, L7A2 GPMG ("General Purpose Machine Gun") na designação das Forças Britânicas, em calibre 7.62×51mm NATO. As armas aqui em uso, estão equipadas no extremidade do com um adaptador para tiro com munições de salva ("Blank-Firing Attachment", BFA), denotado a cor amarela, visando garantir a pressão no interior do cano (reduzida pela ausência de projéctil na munição de salva) e assim assegurar o correcto funcionar do ciclo de tiro da arma; e funcionando ainda como protecção de segurança para possível projecção de fragmentos.
Na preparação táctica deste assalto, podemos observar a consulta de imagens de reconhecimento, obtidas ao momento via "drone" operado localmente, no ecrã de 5,5 polegadas com resolução de 1080p de um equipamento de comando DJI RC Pro.
Além das embarcações pneumáticas, podemos observar no vídeo uma lancha de desembarque LCVP ("Landing Craft Vehicle Personnel") Mark 5, de 24 toneladas, com 15,7 metros de comprimento, 4,3 metros de boca, capaz de uma velocidade de 25 nós, e, com uma guarnição de 3 elementos, podendo transportar até 35 fuzileiros equipados, com um alcance operacional de 390 km. Construídas pela Vosper Thornycroft / FBM Babcock Marine as primeiras unidades entraram ao serviço em 1996.
Vídeo via Ministério da Defesa do Reino Unido (MoD UK | Crown)


Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas