EXERCÍCIO ANFÍBIO EM ILHA RUSSA DO OCEANO ÁRCTICO


Agosto de 2023
Terra de Alexandra, Oceano Árctico, Federação Russa

Meios navais, helicópteros e viaturas de lagartas em exercício anfíbio da Frota do Norte da Marinha da Federação Russa, na Ilha de Terra de Alexandra, no Oceano Árctico, a Norte do Mar de Barents, em Agosto de 2023. A Ilha da Terra de Alexandra ("Zemlya Aleksandry, "Земля Александры"), com 1 050 km2, faz parte do arquipélago da Terra de Franz Josef ("Zemlya Frantsa-Iosifa, "Земля́ Фра́нца-Ио́сифа"), e localiza-se a cerca de 1 350 km a Norte de Murmansk ("Мурманск") e a 700 km do arquipélago norueguês de Svalbard, a Sudoeste.
A Ilha da Terra de Alexandra tem instalada, desde 1947 (e modernizada em 2017), a Base Militar de Nagurskoye ("Нагу́рское"), geo-referenciação 80.79821761014952, 47.56293977633859 , ref. https://goo.gl/maps/S6qHr5yPFi2DduQG8 , que podemos observar na parte final do vídeo sendo sobrevoada por um dos Kamov Ka-27 envolvidos neste exercício. Esta base conta actualmente com pista de aviação de 3 500 metros (ICAO: UODN), hangars, estaleiros, depósitos de combustível e outras infra-estruturas de apoio bem como plataformas de radar e de comunicações. A base conta ainda com plataformas de defesa anti-aérea e anti-navio (esta assente em K-300P Bastion-P, designação NATO SS-C-5 "Stooge"). Com temperaturas que podem descer até aos 42 graus Celsius negativos durante o Inverno, esta base apenas apresenta um cenário de menor cobertura de neve durante os meses de Agosto e Setembro.
Este exercício, sob o âmbito do Grupo Expedicionário de Navios do Árctico ("Группа арктических экспедиционных кораблей"), foi coordenado pelo Vice-Almirante Oleg Vyacheslavovich Golubev ("Олег Вячеславович Голубев"), actual vice-comandante da Frota do Norte ("Северный флот"), a partir do navio "Vice-Almirante Kulakov" ("Вице-адмирал Кулаков"), um "destoyer" com o número de amura 626, e contou, além deste mesmo navio, e entre outros, com a participação do navio de assalto anfíbio "Alexander Otrakovsky" ("Алехандер Отраковскы"), número de amura 031, que fez desembarcar na Ilha da Terra de Alexandra 4 viaturas de lagarta de transporte articulado de carga Vityaz DT-10/DT-20/DT-30 . O vídeo documenta ainda a projecção de forças e a prestação de apoio de cobertura com helicópteros Kamov Ka-27, bem com o uso de várias embarcações semi-rígidas (a partir do "Vice-Almirante Kulakov"). Podemos ainda observar a execução de tiro de cobertura sobre terra a partir das 2 peças de artilharia de 100 mm localizadas à vante do navio "Vice-Almirante Kulakov".




O "Vice-Almirante Kulakov" ("Вице-адмирал Кулаков"), número de amura 626, é um "destroyer" da classe Project 1155, designação NATO "Udaloy", afecto à Frota do Norte (que conheceu já destacamento para o Mediterrâneo, Mar Vermelho e para o Índico), ao serviço desde 29 de Dezembro 1981 e alvo de modernização terminada em 2010, deslocando 7 620 toneladas, com um comprimento de 163,5 metros, uma boca de 19 metros e um calado de 7,8 metros. Tem uma velocidade máxima de 30 nós (em cruzeiro de 14 nós) com um alcance operacional de 6 350 milhas náuticas (11 760 km). Com uma guarnição de 275 elementos, possui convés de voo e hangares para 2 helicópteros Kamov Ka-27, designação NATO "Helix" (que podemos ver em operação neste vídeo). Está armado com 2 peças de artilharia de 100mm, AK-100; com 4 canhões automáticos de 6 canos rotativos de 30mm AK-630 M; plataforma 3K95 "Kinzhal" ("Adaga") de lança-mísseis de defesa anti-aérea (um total de 32 mísseis 9M330-2, designação NATO SA-N-9 "Gauntlet"); com 2 plataformas quadruplas KT-100U lança-mísseis anti-navio/anti-submarino 85RU/URPK-5 "Rastrub" (designação NATO SS-N-14 'Silex') ; 2 lançadores RBU-6000 de 12 tubos cada para projecção de cargas de produndidade projectadas por foguete (armazenando 96 cargas de profundidade RGB-60); e 2 lançadores quadrupulos ChTA-53-1155 de 533 mm que podem estar armados com 8 torpedos 53-65K ou SET-65 6-26.
A 26 de Agosto de 2022, o "Vice-Almirante Kulakov", parte de um conjunto de 3 navios da Frota do Norte da Marinha da Federação Russa, antes em operação no Leste do Mediterrâneo há mais de 6 meses, foi acompanhado pela Marinha Portuguesa em trânsito na respectiva costa continental após ter cruzado, a 24 de Agosto de 2022, o estreito de Gibraltar, e assim no decurso da sua viagem de regresso à base naval de Severomorsk ("Североморск") na região administrativa de Murmansk ("Мурманск"), ref.  https://espada-e-escudo.blogspot.com/2022/09/cruzador-ustinov-acompanhado-em-aguas.html  .
O navio de assalto anfíbio "Alexander Otrakovsky" ("Алехандер Отраковскы"), número de amura 031, afecto à Frota do Norte (mas tendo já estado destacado no Mediterrâneo e no Mar Negro), foi construído em 1978 na Polónia, nos estaleiros de Gdańsk. Originalmente parte da classe Project 775 (designação NATO "Ropucha I"), modernizado em 2001, tem capacidade de acesso de carga e descarga pela proa e pela popa, com sistema de meias portas e rampa basculante (que podemos ver em operação no desembarque que o vídeo documenta), com uma área de 630 metros quadrados de espaço de carga interior, que pode compreender 450 toneladas de carga ou até 25 viaturas blindadas de transporte de pessoal e 340 militares equipados. Está aqui armado com 2 peças duplas de 57 mm AK-257 (uma à vante e outra à ré). Foram comissionados, de 1975 a 1991, um total de 28 destes navios - dos quais estão, na Frota do Norte, activas 4 unidades (a par de outros meios congéneres de construção mais recente, como sejam 2 unidades da classe "Ivan Green," Proj. 11711, de 2018 e 2020).
Vídeo via Ministério da Defesa da Federação Russa | "Министерство обороны Российской Федерации"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

"Leopard" cedidos por Portugal à Ucrânia em transporte rumo à Alemanha a bordo de Antonov An-124