"MERKAVA" NA FAIXA COSTEIRA DE GAZA


12 de Novembro de 2023

Faixa de Gaza

Carro de combate Merkava Mk. IV M "Windbreaker" das Forças de Defesa de Israel ("צְבָא הַהֲגָנָה לְיִשְׂרָאֵל", "Israel Defense Forces", IDF), na zona costeira da Faixa de Gaza, a 12 de Novembro de 2023.

O Merkava ("מרכבה"; literalmente "carruagem") é um carro de combate das Forças de Defesa de Israel, na sua versão original, Mk.I, ao serviço desde 1979, e na sua mais recente versão, o Mk. IV M "Windbreaker" ("מעיל רוח", "Meil Ruach", literalmente "Quebra Vento"), ao serviço desde 2011 (com produção iniciada em 2009).

Esta versão compreende o "Trophy", o sistema de protecção activa (APS) desenvolvimento pela Rafael Advanced Defense Systems Ltd (Israel), instalado nas laterais da torre, de que resulta a expressão "Quebra Vento" - equipado com plataformas digitais de radar AESA o sistema detecta as ameaças de mísseis guiados anti-carro, foguetes e munições de alto-explosivo anti-tanque, projectando de forma pró-activa um conjunto de elementos que irão destruir prematuramente a munição dirigida ao carro de combate. No decurso da operação "Protective Edge", em 2014, o sistema foi referenciado com sucesso na intercepção quer de granadas-foguete, quer de mísseis guiados 9M133 Kornet.

A plataforma Merkava Mk. IV corresponde a um carro de combate de 65 toneladas, com 9 metros de comprimento (7,60 metros excluindo a peça), com 3,72 metros de largura e 2,66 metros de altura até ao topo da torre. Está armado com uma peça MG253 de alma-lisa de 120mm, transportando até 48 munições; conta ainda com 2 a 3 metralhadoras FN MAG58 (calibre 7.62x51mm NATO), com uma metralhadora pesada calibre 12,7mm (.50), com um morteiro interno, de retrocarga, de 60mm ("Soltam"), e com 12 lança granadas de fumo (no topo da torre). Tem uma velocidade máxima de 64 km/h e um alcance operacional de 500 km

Foto via IDF  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas