"DRONES" DAS BRIGADAS AL-QASSAM LANÇAM GRANADAS DE MÃO


Israel e Faixa de Gaza
Outubro e Novembro de 2023

As Brigadas de al-Qassam ("كتائب القسام"), o braço armado do Hamas ("حماس"), estão a usar uma versão de produção local da granada de mão M26(A2), equipada com espoleta accionada por contacto contacto, na secção dianteira, e com aletas de plástico na secção anterior, para a condução de ataques a partir de "drones".

A foto superior, com a granada de cor escura e aletas laranja, corresponde a um ataque realizado contra uma posição de militares das Forças de Defesa de Israel (IDF), a descoberto, em Beit Hanoun, no interior da da Faixa de Gaza (a cerca de 2 km da fronteira a Norte), a 1 de Novembro de 2023. A foto inferior, com a granada de cor clara, corresponde a um ataque realizado, sobre o Sul de Israel, no dia 7 de Outubro de 2023, aquando da operação "Enchente de Al-Aqsa"("طوفان الأقصى").

A produção, em Gaza, pelas Brigadas de al-Qassam, de versões locais da granada de mão M26 foi documentada numa reportagem da Al Jazeera, transmitida a 9 de Agosto de 2014, ref. https://youtu.be/LNAOg_pgoBo?si=7ZLB3Ic_X7CaSiUm&t=1373 , onde podemos acompanhar o processo de preparação e colocação do explosivo, o acabamento e pintura das mesmas, detalhe dos fragmentos, e mesmo um teste de campo.

A M-26 é, originalmente, uma granada de mão de origem norte americana, ao serviço desde a década de 1950, designada popularmente por "limão" (pela sua forma). Tem, nesta configuração original, uma massa de 454 gramas (um enchimento de 164 gramas), com um comprimento de 9,9 cm e um diâmetro de 5,7 cm. O modelo A2 corresponde a uma variação do A1 por forma a poder incorporar espoleta accionada por impacto.

Fotos via vídeos das Brigadas de Al-Qassam | Hamas 




Detalhe dos fragmentos esféricos no interior da versão local, produzida em Gaza, conforme vídeo da reportagem Al Jazeera transmitida a 09Ago2014.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas