"DESTROYER" AUSTRALIANO E "DESTROYER" NORTE-AMERICANO EM EXERCÍCIOS NO INDO-PACÍFICO


Mar do Sul da China
26 de Outubro de 2023

Na foto, em primeiro plano à esquerda, o HMAS Brisbane (41), "destroyer" da classe Hobart da Marinha da Austrália e, à direita, em vista lateral, o USS Rafael Peralta (115), um "destroyer" da classe Arleigh Burke da Marinha dos Estados Unidos, no decurso de exercícios de tiro de superfície ("Surface Fire Exercise", SURFIREX) no Mar do Sul da China, Teatro de Operações do Indo-Pacífico, a 26 de Outubro de 2023.

A classe Hobart conta com um total de 3 "destroyers" activos e ao serviço da Marinha da Austrália, construídos entre 2009 e 2020. Deslocam 7 000 toneladas, com um comprimento de 147,2 metros, um boca de 18,6 metros e um calado de 5,17 metros. Com uma guarnição de 2 centenas de elementos, está equipada com 48 células de lançamento vertical (VLS) Mk 41, que podem ser armadas com diferentes combinações de mísseis de defesa anti-aérea RIM-66 S2 e RIM-162 ESSM "Evolved Sea Sparrow"; com 2 lançadores quádruplos para mísseis anti-navio "Harpoon"; com uma peça Mk45 Mod4 de 127mm (à vante); com 1 plataforma Phalanx (CIWS) de 20mm; com dois canhões Mk 38 de 25mm; e 2 lançadores duplos Mk 32 Mod 9 de torpedos (MU90). Conta, à ré, com convés de voo e hangar (visível na foto com faixa branca vertical) para 1 helicóptero MH-60R "Seahawk".

O destroyer HMAS Brisbane, presente na foto, entrou ao serviço da Marinha da Austrália, como segundo navio da classe, com o número de amura 41, a 27 de Outubro de 2018.

A classe Arleigh Burke (compreendendo 4 variantes evolutivas) conta com um total de 73 "destroyers" activos ao serviço da Marinha dos Estados Unidos, construídos desde 1988. Na versão IIA, de que o USS Rafael Peralta na foto faz parte, desloca 9 600 toneladas, com um comprimento de 155,3 metros, uma boca de 18 metros e um calado de 9,3 metros. Com uma guarnição de 3 centenas de elementos, tem uma velocidade máxima de 30 nós e um alcance de 8 100 km. Está armado, à vante, com uma peça Mk45 Mod4 de 127mm; com 1 plataforma Phalanx (CIWS) de 20mm; com dois canhões Mk 38 de 25mm; com 4 metralhadoras pesadas em calibre 12,7mm; conta com um total de até 96 células verticais (Mk 41 VLS) com diferentes combinações de mísseis de defesa anti-aérea (RIM-66M, 156 e 161 e 162 ESSM), mísseis anti-submarino RIM-139 VL-ASROC e mísseis de cruzeiro BGM-109 Tomahawk; e conta ainda com 2 tubos triplos Mk 32 para torpedos Mk 46, 50 ou 54. Conta, à ré, com convés de voo e hangar para 2 helicópteros MH-60R "Seahawk".

O "destroyer" USS Rafael Peralta presente na foto, variante IIA "Restart" da classe Arleigh Burke, entrou ao serviço da Marinha dos Estados Unidos, com o número de amura 115, a 29 de Julho de 2017.

A foto foi realizada a partir do HMCS Ottawa, a última das 12 fragatas da classe Halifax da Marinha do Canadá a entrar ao serviço, tendo sido comissionada, com o número de amura 341, a 28 de Setembro de 1996. As Forças Armadas do Canadá tem actualmente projectadas no Indo-Pacífico duas fragatas da classe Halifax, HMCS Ottawa e HCMS Vancouver, acompanhadas do navio abastecedor MV Asterix.

Foto por Gregory Cole | Forças Armadas do Canadá 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas