MERGULHADOR E MINA EM LA SPEZIA


Canal de Portovenere, La Spezia, Itália
8 de Agosto de 2018

Um mergulhador do GOS ("Gruppo Operativo Subacquei", "Grupo de Operações Subaquáticas") do COMSUBIN ("Comando Raggruppamento Subacquei e Incursori", "Comando do Agrupamento de Operações Subaquáticas e de Incursão"), unidade de Operações Especiais da Marinha Italiana ("Marina Militate"), procede à aplicação de uma carga explosiva para detonação controlada de uma mina naval, no canal de Portvenere, em La Spezia, Itália, a 8 de Agosto de 2018.

Em segundo plano, e a partir do qual o mergulhador do GOS está a operar, temos o navio "Termoli", número de amura 5555, um "caçador de minas" da classe Gaeta da Marinha Italiana, construído pela Intermarine Sarzana em La Spezia em 1990. Desloca 720 toneladas, tem 52,45 metros de comprimento, 9,87 metros de boca e 3,2 metros de calado. Tem uma guarnição de 51 elementos, uma velocidade máxima de 15 nós e está armado com 1 metralhadora Browning de 12,7 mm e duas metralhadoras MG de 7,62 mm.

O GOS tem um historial e um experiência alargada na intervenção sobre minas navais e explosivos submersos - tendo recaído sobre os mesmos, no período após a 2.ª Guerra Mundial, de 1945 a 1949, a rápida e bem sucedida desminagem dos portos italianos, bem como a inactivação de muitas munições no interior de navios afundados (num esforço determinante para a segurança e retoma da actividade económica italiana).

Foto por Massimo Sestini

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas