"ÁGUIA" AMERICANA NA NEVE DA POLÓNIA


Łask, Polónia
11 de Fevereiro de 2022

Um McDonnell Douglas F-15C "Eagle" ("Águia") afecto à 493.ª Esquadra de Caças (493rd FS, alcunhados de "Grim Reapers") da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), armado com 4 mísseis AIM-120 AMRAAM (1 sobre cada asa e 2 sob a fuselagem) a operar, sob nevão, a partir da Base Aérea de Łask, na Polónia, em contexto NATO "Enhanced Air Policing", a 11 de Fevereiro de 2022. Esta base dista cerca de 350 km da fronteira, a Leste, com a Ucrânia e cerca de 320 km da fronteira, a Norte, com a província da Federação Russa de Kaliningrad ("Калининград").

Este F-15C, dos "Grim Reapers", apresenta um pintura especial na cauda, referente aos 45 anos (1977-2022) de serviço dos F-15 (A,B,C,D) na Europa, a partir das bases de Lankenheath (Inglaterra), Spandahjem (Alemanha), Soesterberg (Holanda) e Bitburg (Alemanha). A cauda oposta (não vísivel) apresenta a insígnia dos "Grim Reapers" com uma caveira atravessada, nas órbitas, por dois raios. A 493.ª Esquadra, de que este F-15C faz parte, está sediada em Lankenheath (Inglaterra).

O F-15C tem um comprimento de 19,4 metros, uma envergadura de asa de 13 metros e um peso máximo à descolagem de 30,8 toneladas. É propulsioando por duas turbinas Pratt & Whitney F100-PW-220 que lhe permitem uma velocidade máxima de Mach 2.5 (2 655 km/h), e em cruzeiro de 917 km/h. Tem um alcance operacional (em configuração de combate de interdição) de 1 965 km. Está armado com um canhão automático de 6 canos rotativos, M61A1 Vulcan, de 20 mm (com 940 munições); e possui 9 pontos de fixação (os 2 pontos de fixação sob as asas podem receber suportes duplos para mísseis) para diferentes combinações de mísseis ar-ar, equipamento de contra-medidas, guerra-electrónica e de apoio à gestão de ameaças e alvos bem como depósitos de combustível.

Foto por Sargento Jacob Albers | USAF

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas