FUZILEIROS PORTUGUESES TREINAM OPERAÇÃO ANFÍBIA NA LITUÂNIA


Klaipėda, Lituânia
28 de Junho de 2021

Militares de uma Força de Fuzileiros da Marinha Portuguesa, em âmbito NATO, executam um exercício anfíbio na região de Klaipėda, Lituânia, a 28 de Junho de 2021. A região portuária de Klaipėda, o porto de mar de referência da Lituânia, dista cerca de 50 km da fronteira, a Sul, com a província da Federação Russa de Kaliningrad ("Калининград").
O vídeo permite-nos acompanhar as sucessivas fases da operação - desde a infiltração inicial de uma equipa de reconhecimento, de forma furtiva, através de um curso de água (um canal que remonta ao século XIX), geo-referenciação 55.613047, 21.190794 , https://goo.gl/maps/eQg6P5SGJ3xjZPcJ8 , garantindo que a zona objectivo está segura para sobre ela serem projectadas as forças de assalto; é feita comunicação rádio com as mesmas, e desencadeia-se o desembarque, pelo curso de água, com apoio das embarcações semi-rígidas Zebro III e a progressão, por terra, com as viaturas tácticas ligeiras blindadas "Humvee" (HMMWV), armadas com metralhadoras Heckler & Koch MG 3 em calibre 7.62×51mm NATO (podendo também ser equipadas com metralhadora pesada 12,7mm ou lança-granadas automático de 40mm).
O objectivo final do exercício é um HVT ("High-Value Target"), um elemento de alto-valor (que poderia corresponder, por exemplo, a um elemento crítico da equipa de comando do inimigo), que a força de fuzileiros procura capturar assaltando para o efeito uma edificação simulada, geo-referenciação 55.619128, 21.179953 , https://goo.gl/maps/vAgKMLDrYSVY4NM1A .





Os Fuzileiros portugueses estão aqui armados com espingardas automáticas Heckler & Koch G3, em calibre 7.62×51mm NATO, modernizadas, desde 2019, com aplicação de "kit" de "upgrade" do preparador sueco SPUHR, compreendendo a aplicação de um fuste ventilado (R-401), calha superior "Picatinny" (R-402) e coronha ajustável (R-410). Estão ainda equipadas com miras ópticas (Red Dot Reflex) CompM4 do fabricante sueco Aimpoint. As Forças Armadas da Suécia ("Försvarsmakten") optaram, em 2016, pela SPHUR para a modernização das suas G3, designadas por "Automatkarbin" 4 B/C/D (AK4), com um total de 10 000 "kits" adiquiridos inicialmente e mais 10 000 adquiridos em 2021.
Esta Força de Fuzileiros Lituânia (FFZ LTU) foi projectada para este estado báltico, durante 3 meses, de 1 de Junho de 2021 a 5 Setembro de 2021, sob comando do capitão-tenente fuzileiro Robert Mejburg Viola, composta por 146 militares, incluindo elementos de Operações Especiais, de Projecção de Força, uma equipa de mergulhadores-sapadores (com 6 elementos) e um elemento modular de apoio de serviços em combate. Esta foi a terceira missão de Fuzileiros portugueses na Lituânia.
Vídeo via NATO

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas