BOMBARDEIROS B1 A OPERAR NO TEATRO DE OPERAÇÕES EUROPEU


Fairford, Reino Unido
19 de Outubro de 2023

Bombardeiro estratégico B1-B "Lancer" (86-119), da 9.ª Esquadra Expedicionária de Bombardeiros (alcunhada de "Morcegos") da Força Aérea dos Estados Unidos, a preparar-se para descolagem, sob chuva, da Base Aérea de Fairford no Reino Unido, a 19 de Outubro de 2023, sob a égide da Força Tarefa de Bombardeiros (24-1) e a operar no contexto do Teatro de Operações Europeu.

Podemos observar, na secção inferior dianteira da fuselagem, um "pod" de gestão de alvos Lockheed Martin AN/AAQ-33 "Sniper" ATP ("Advanced Targeting Pod"), dotado de sensores electro-ópticos de alta-definição, FLIR ("Forward-Looking InfraRed"), apontador laser, registo de vídeo e metadados, e sistema integrado de identificação e seguimento de alvos aéreos e de superfície.

Este B1-B faz parte de um formação de dois bombardeiros (86-107 e 86-119) que partiram a 11 de Outubro de 2023 da Base Aérea de Dyess (DY) no Texas, onde estão originalmente afectos, para aterrarem nesse mesmo dia na Base Aérea de Fairford no Reino Unido e iniciar assim, com o suporte de mais de 1 centena de elementos de terra, a sua afectação à Força Tarefa de Bombardeiros 24-1 ("Bomber Task-Force", BTF 24-1), uma força mantida, em rotação, pelos Estados Unidos no Teatro de Operações da Europa - onde colabora em formação e missões conjuntas com as forças dos seus aliados NATO.  A 14 de Outubro de 2023, juntaram-se 2 outros bombardeiros (86-103 e 86-124) a esta mesma força no Reino-Unido.

A 12 de Setembro de 2023, um bombardeiro estratégico Northrop Grumman B2 "Spirit" afecto a um rotação desta mesma "Bomber Task Force" foi referenciado, aquando do regresso aos EUA, em passagem com re-abastecimento "hotpit" na Base Aérea das Lajes, na Ilha Terceira, Açores, Portugal, ref.  https://espada-e-escudo.blogspot.com/2023/09/b2-nas-lajes-em-abastecimento-com.html  . Antes, a 10 de Fevereiro de 2022, esta mesma "Bomber Task Force" recebia uma rotação composta por 4 bombardeiros Boeing B-52H Stratofortress da Força Aérea dos Estados Unidos , ref.  https://espada-e-escudo.blogspot.com/2022/02/forca-aerea-portuguesa-escolta-b-52.html .

O B-1 B"Lancer" é um bombardeiro estratégico, quadrimotor, supersónico, com asas de geometria variável, originalmente ao serviço desde 1986, e com um efectivo, em 2021, de 45 unidades ao serviço da Força Aérea dos Estados Unidos. Tripulado por 4 elementos (Comandante, Piloto, Especialista de Sistemas Ofensivos e Especialista de Sistemas Defensivos), tem um comprimento de 45 metros e uma envergadura máxima de asa de 24 metros. Com um peso em vazio de 87 toneladas pode suportar um peso máximo à descolagem de 216 toneladas. Propulsioando por 4 motores General Electric F101-GE-102 (com "afterburner") alcança uma velocidade máxima de 1 335 km/h tem um tecto de altitude máxima de 18 000 metros. Sustenta um alcance operacional de 9 400 km (transportando 17 toneladas de armamento) até 12 000 km (em trânsito). Pode ser equipado com diferentes combinações de armamento (bombas guiadas, minas navais, mísseis de cruzeiro) em 6 pontos exteriores (até 23 toneladas) e em 3 baias interiores (até 34 toneladas).

Foto a partir de vídeo por Emma Anderson | Força Aérea dos Estados Unidos (USAF)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"