MEDIÇÃO DE DISTÂNCIA POR CADETE DA MARINHA


Oceano Atlântico, Portugal
Outubro de 2023

Cadete do 3.º ano da Marinha Portuguesa a bordo do NRP Bartolomeu Dias (F333), classe do mesmo nome, usa uma estádia, um instrumento óptico para medição da distância que o separa do ponto observado, no caso o NRP Corte-Real (F332), classe Vasco da Gama, navegando no Oceano Atlântico, na 2.ª semana de Outubro de 2023, entre Lisboa e a Região Autónoma da Madeira. O modelo de estádia aqui em uso corresponde a um Stuarts ("Marine Distance Meter") A.P. 498, em alumínio, produzida pela britânica Kelvin Hughes (actual Hensoldt UK), uma divisão da Smiths Industries Limited, com produção na Grã-Bretanha na década de 1960.

Em traços gerais, a estádia aqui em uso funciona através da observação, por um pequeno telescópio (de 3 aumentos), de um objecto à distância, tipicamente outro navio, e, com base numa escala (em ajuste variável pela mão direita do militar português), é obtida a estimativa da distância ao mesmo. A medição carece do conhecimento (ou estimativa) da altura do objecto observado, como seja, por exemplo, a altura de um mastro em relação ao convés.

Estas duas fragatas da Marinha Portuguesa largaram da Base Naval de Lisboa, no dia 9 de Outubro de 2023, para efectuarem a viagem de instrução dos cadetes e dos alunos finalistas da Escola Naval. Com uma duração total de 14 dias, com passagem pelos portos do Funchal (ilha da Madeira na Região Autónoma da Madeira) e de Ponta Delgada (ilha de São Miguel na Região Autónoma dos Açores) regressando à Base Naval de Lisboa, no dia 22 de Outubro de 2023.

Foto via Marinha Portuguesa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"