PARAQUEDAS NO APOIO À ATERRAGEM DE J-7 CHINÊS APÓS VOO DE TREINO


Sul da China
Outubro de 2023

Aterragem com apoio de paraquedas, após voo de treino, de uma aeronave J-7 ("歼-7"), designação NATO "Fishcan", versão local construída sob licença da plataforma soviética Mikoyan-Gurevich MiG-21, afecto a uma das Brigadas da Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China, na região do Comando Sul, em inícios de Outubro de 2023. Na foto está equipado com dois depósitos de combustível sob as asas e um sob a secção central da fuselagem.

Tendo sido construídas pela China, ao longo de 5 décadas, entre 1965 e 2012, mais de 2 400 unidades do J-7 (651 das quais para exportação), o seu descomissionamento por parte do Exército de Libertação Popular da China iniciou-se em 2018 e deverá decorrer ainda em 2023, com a possibilidade de muitas unidades se manterem como meio de treino e (não tripuladas) como engodos e como alvos.

O J-7 tem um comprimento de 14,9 metros, uma envergadura de asa de 8,3 metros e um peso máximo à descolagem de 9,1 toneladas. Propulsionado por um motor Liyang Wopen-13F alcança uma velocidade máxima de Mach 2 com um alcance de combate de 850 km (em trânsito de 2 200 km), com um tecto de altitude máxima de 17 500 metros. Está armado com 2 canhões automáticos de 30mm, Type 30-1. Pode ser equipado com diferentes combinações de bombas não guiadas, "pods" de foguetes e mísseis ar-ar de curto-alcance, guiados por infra-vermelho.

Foto por Huang Rongkai (Exército de Libertação Popular da China)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"