"QUEBRA-VENTO" ISRAELITA


Faixa de Gaza
5 a 7 de Agosto de 2022

Carro de combate Merkava Mk. 4M "Windbreaker", das Forças de Defesa de Israel (IDF, "צבא הגנה לישראל"), no decurso da Operação "Breaking Dawn" ("עלות השחר"), sobre a Faixa de Gaza, de 5 a 7 de Agosto de 2022.

O Merkava ("מרכבה"; literalmente "carruagem") é um carro de combate das Forças de Defesa de Israel, na sua versão original, Mk.1, ao serviço desde 1979, e na sua mais recente versão, o Mk. 4M "Windbreaker" ("מעיל רוח", "Meil Ruach", literalmente "Quebra Vento"), ao serviço desde 2011 (com produção iniciada em 2009).

Esta versão compreende o "Trophy", o sistema de protecção activa (APS) desenvolvimento pela Rafael Advanced Defense Systems Ltd (Israel), instalado nas laterais da torre, de que resulta a expressão "Quebra Vento" - equipado com plataformas digitais de radar AESA o sistema detecta as ameaças de mísseis guiados anti-carro, foguetes e munições de alto-explosivo anti-tanque, projectando de forma pró-activa um conjunto de elementos que irão destruir prematuramente a munição dirigida ao carro de combate. No decurso da operação "Protective Edge", em 2014, o sistema foi referenciado com sucesso na intercepção quer de granadas-foguete, quer de mísseis guiados 9M133 Kornet.

A plataforma Merkava Mk. 4 corresponde a um carro de combate de 65 toneladas, com 9 metros de comprimento (7,60 metros excluindo a peça), com 3,72 metros de largura e 2,66 metros de altura até ao topo da torre. Está armado com uma peça MG253 de alma-lisa de 120mm, transportando até 48 munições; conta ainda com 2 a 3 metralhadoras FN MAG58 (calibre 7.62x51mm NATO), com uma metralhadora pesada calibre 12,7mm (.50), com um morteiro interno, de retrocarga, de 60mm ("Soltam"), e com 12 lança granadas de fumo (no topo da torre). Tem uma velocidade máxima de 64 km/h e um alcance operacional de 500 km.

Foto por Forças de Defesa de Israel (IDF) 



Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"