BRITÂNICOS E FRANCESES NO MALI


Mali
11 de Março de 2022

Em primeiro plano, à esquerda na foto, um helicóptero Boeing CH-47 "Chinook" HC.6 (ZH903) do "No. 1310 Flight" da Força Aérea do Reino Unido ("Royal Air Force", RAF), com o respecitvo "Load Master" junto da metralhadora M60D em calibre 7.62×51mm NATO que, com mais duas M134 "Minigun" do mesmo calibre, nas secções laterais da fuselagem, asseguram as componentes de armamento deste helicóptero. Em segundo plano, à direita na foto, temos um helicóptero Eurocopter AS532 "Cougar" H215M da Aviação Ligeira do Exército Francês ("Aviation légère de l’armée de Terre", ALAT), em operação no Mali a 11 de Março de 2022.

A acção britânica decorre aqui no âmbito da Operação "Newcombe" (designação anglo-saxónica para uma nova pessoa na cidade) - em que o Reino Unido veio contribuir, além do âmbito humanitário da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização do Mali ("Mission multidimensionnelle intégrée des Nations Unies pour la stabilisation au Mali", MINUSMA), para o âmbito combatente da Operação "Barkhane", liderada pelas forças francesas em luta, desde 2014, contra extremistas islâmicos no Mali e demais região do Sahel.

Os "Chinook" da RAF assinalaram, em 2022, mais de 3.500 horas (o equivalente a 145 dias) de voos operacionais no Mali, e onde transportaram um acumulado de 22 000 passageiros e mais de 2 000 toneladas de cargas, onde operaram com uma força destacada de 3 unidades, desde 2018, dotando as forças ali em acção destes importantes meios de transporte aéreo, capazes de deslocar até 10 toneladas de carga ou 55 militares equipados. Em Novembro de 2022 esta operação britânica, tal como a operação francesa, foi encerrada dado a instabilidade política do país liderado, desde o "coup d'état" de 24 de Maio de 2021, pelo Coronel Assimi Goïta.

Foto por Cabo Watson | Ministério da Defesa do Reino Unido (MoD UK | Crown)



Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"