A-400 EM PATRULHA SOBRE O CANAL DA MANCHA


Canal da Mancha, Inglaterra
10 de Agosto de 2022

Vista do interior do "cockpit" de um Airbus A-400M "Atlas" da Força Aérea do Reino Unido ("Royal Air Force", RAF), a operar a partir da Base de Brize Norton, numa patrulha ao serviço da "Border Force" sobre o Canal da Mancha, Inglaterra, a 10 de Agosto de 2022. A "Border Force", parte do "Home Office" (Ministério da Administração Interna), é o orgão de comando policial com a responsabilidade de controlo das fronteiras do Reino Unido.

Ainda que se trate de uma plataforma essencialmente de transporte, o A-400M "Atlas" está testado e qualificado pela RAF para uso em contexto de reconhecimento, busca e salvamento marítimo - em particular, e desde 2018, com as missões realizadas a partir do complexo de Mount Pleasant, a cerca de 53 km a sudoeste de Stanley, a capital das Falklands, no Atlântico Sul.

O Airbus A400M "Atlas" é um quadrimotor de transporte militar, propulsionado por quatro motores Europrop TP400, de 11 000 hp cada, capaz de uma velocidade de cruzeiro de 780 km/h, com um alcance operacional de ligação até 8 900 km ou de 3 300 a 6 400 km conforme carga. Tem um comprimento de 45,1 metros, uma altura de 14,7 metros e uma envergadura de asa de 42,4 metros. Tem uma capacidade de carga até 37 toneladas (representando um peso máximo total à descolagem de 141 toneladas), num espaço interior de 17 metros de comprimento, 4 metros de largura e 3,85 metros de altura onde pode acomodar, por exemplo, 116 paraquedistas equipados.

Teve o seu primeiro voo em 11 de Dezembro de 2009, a partir do Aeroporto de San Pablo em Sevilha, e está ao serviço desde 2013, fazendo actualmente parte das Forças Aéreas da Alemanha, França, Espanha, Bélgica, Reino-Unido, Turquia e Malásia. Terão sido construídas 110 unidades, estando 20 unidades actualmente ao serviço da Força Aérea do Reino Unido (RAF).

Foto via RAF



Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"