DETALHE DO NARIZ E CANHÃO DO TS-11 "ISKRA" POLACO


Radom, Polónia
26 de Agosto de 2023

Secção frontal de uma aeronave de instrução e ataque ligeiro da Força Aérea Polaca, TS-11 "Iskra" Bis D (SP-YTH, 3H-1402), de propulsão a jacto, durante o Air Show de Radom, ao final da tarde de 26 de Agosto de 2023.

Destaque para o detalhe lateral do canhão de 23 mm, Nudelman-Suranov NS-23, na secção inferior, e da respectiva mola de amortecimento na secção intermédia, logo após o "port" de ejecção e sobre a parte inicial do cano. Este TS-11 "Iskra" (tal como o SP-YBC, 3H-1214, que esteve presente neste mesmo evento), estão retirados do serviço da Força Aérea Polaca, tendo sido historicamente restaurados e mantidos pela Fundação "Biało-Czerwone Skrzydła" ("Asas Vermelhas-Brancas"), sendo usados em demonstrações.

O TS-11 "Iskra" ("Faísca") foi desenhado e produzido pela Polskie Zakłady Lotnicze (PZL) Mielec, com 424 unidades a terem sido construídas entre 1963 e 1987. Foi o primeiro avião a jacto a ter sido desenvolvido e construído pela Polónia. Com 2 tripulantes, um comprimento de 11,15 metros e uma envergadura de asa de 10,06 metros, com um peso máximo à descolagem de 3,8 toneladas (2,5 toneladas em vazio) é propulsionado por uma turbina WSK SO-3 que lhe permite uma velocidade máxima de 720 km/h (em cruzeiro, 600 km/h) com um alcance operacional de 1 250 km. Além do canhão de 23 mm (com 80 munições), conta com 4 pontos de fixação sobre as asas (2 em cada asa), onde pode receber até 400 kg de armamento ou equipamento (no caso do modelo na foto, podendo receber "pods" de pirotecnia para projecção de fumos durante as demonstrações).

O Air Show de Radom decorreu no aeroporto de Varsóvia-Radom (IATA: RDO | ICAO: EPRA), geo-referenciação 51.388745786091846, 21.210950814891177 , ref. https://goo.gl/maps/QuEBmWpc69KM9cnF6 , a cerca de 95 km a sul do centro da capital polaca, Varsóvia ("Warszawa"), no final de semana de 26 a 27 de Agosto de 2023.

Foto por Piotr Gubernaut

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas