SÉRVIOS EM EXERCÍCIO DE FOGO-REAL COM MÍSSEIS "NEVA" NA BULGÁRIA


Shabla, Mar Negro, Bulgária
7 de Junho de 2023

Lançamento de míssil terra-ar S-125 "Neva" (С-125 "Нева"), designação NATO SA-3 "Goa", afecto a uma bateria das Forças Armadas da Sérvia, no decurso do exercício bilateral "Shabla" ("Шабла") promovido pelas Forças Armadas da Bulgária, no Campo de Tiro de Defesa Anti-Aérea de Shabla, na costa do Mar Negro, no Nordeste da Bulgária, a 7 de Junho de 2023, geo-referenciação 43.54735386637902, 28.60272490600148 , ref. https://goo.gl/maps/kNG2xxwBCoprvsWX7 .

A modernização sérvia da plataforma "Neva", a M1T, teve lugar entre 2013 e 2015. Projecta-se que as Forças Sérvias possuam 8 baterias destes mísseis, afectos à sua 250.ª Brigada de Mísseis de Defesa Aérea, acompanhadas da plataforma de radar P-12M, uma profunda modernização sérvia sobre a plataforma original soviética, assim equipada com interfaces e ligações digitais e com um alcance de detecção estendido até aos 350 km.

Os S-125 têm uma massa de 953 kg, um comprimento de 6 metros e um diâmetro de 375 mm. Estão equipados com uma ogiva de 70 kg de alto-explosivo de fragmentação (cerca de 33 KG de alto-explosivo e 4 500 fragmentos metálicos). Têm um alcance operacional de 35 km, um velocidade na ordem dos 2 500 km/h e uma altitude máxima de 18 000 metros.

No decurso da Operação "Allied Force", em 1999, no Teatro de Operações da Jugoslávia, um F-117 da Força Aérea dos EUA (número de série 82-0806, "Vega-31", pilotado pelo Tenente-Coronel Darrell Patrick "Dale" Zelko - e não pelo Capitão Ken "Wiz" Dwelle como muitas vezes referenciado pela inscrição na canópia) foi abatido, a 27 de Março de 1999, por um míssil terra-ar S-125 "Neva" disparado pelas defesas guiadas por radar das Forças Armadas Sérvias (estando a respectiva canópia, e outros elementos, em exibição no Museu da Aviação em Belgrado).

O exercício "Shabla" decorreu de 5 a 9 de Junho de 2023, organizado pela Força Aérea da Bulgária, sob comando do Major General Dimitar Petrov, focado na componente de defesa anti-aérea. A realização extensiva de tiro de fogo-real contra alvos simulados levou à restrição da navegação no espaço entre o cabo Kaliakra e o cabo Kartalborum durante toda a semana em que decorreu o exercício.

Foto por Andrija Gavrilovic via Ministério da Defesa da República da Sérvia ("Министарство одбране Републике Србије")

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas