"REAPER" SOBRE O DESERTO DO NEVADA


Nevada, EUA
26 de Junho de 2015

Aeronave não tripulada MQ-9A "Reaper" (CH, AF 10, 113) da "432nd Wing" da Força Aérea dos Estados Unidos ("U.S. Air Force"), com 2 mísseis guiados ar-terra / anti-carro AGM-114 "Hellfire", em treino a partir da Base Aérea de Creech, sobre o deserto do Nevada, Estados Unidos da América, a 26 de Junho de 2015.

Esta base, geo-referenciação 36.592222,-115.666667, ref. https://goo.gl/maps/gMYdMJkzt38PApLU8), com uma área edificada de 930 hectares, aloja, além da operação dos "Reaper" da "432", o " Unmanned Aerial Vehicle Battlelab", o centro de teste e desenvolvimento de "drones" de combate da "U.S. Air Force", bem como estruturas de apoio e pistas secundárias para as forças americanas - e ainda, além do perímetro, numerosos campos de tiro e instalações de ensaio de armas no deserto contíguo. Os testes nucleares de superfície, entre 1951 e 1962, em "Frenchman's Flat", e.g. https://www.youtube.com/watch?v=d2GnU9zvHsU , foram realizados a cerca de 30 km desta base (e a 130 km do centro de Las Vegas).

A insígnia que consta da cauda, com uma espada na vertical entre duas asas, corresponde ao "Air Combat Command" (ACC), o "Comando de Combate Aéreo". A insígnia na lateral da fuselagem, com uma coruja com a asa esquerda aberta, e segurando dois raios na direita, corresponde à "432d Wing". O "Reaper" aqui documentado é operado por Stephen Vumbaco ("Dedicated Crew Chief", DCC) assistido por por David Martinez ("Assistant Dedicated Crew Chief", ADCC).

O General Atomics MQ-9 "Reaper" (também designado por "Predator B"), vocacionado para missões de longa duração e alta altitude, é um "drone" introduzido ao serviço das Forças Armadas dos EUA desde Maio de 2007, tendo sido construídas mais de 3 centenas de unidades. Tem um comprimento de 11 metros, uma envergadura de asa de 20 metros, um altura de 3,81 metros, com um peso máximo à descolagem de 4 760 kgs (compreendendo um "payload" exterior de 1 400 kg e interior de 360 kg). É propulsionado por uma plataforma de turbo-hélice Honeywell TPE331-10 que lhe permite uma velocidade máxima de 482 km/h (em cruzeiro de 313 km/h), um alcance operacional de 1 900 km e um tecto máximo de altitude de 15 420 metros (50 000 pés), operando tipicamente aos 7 500 metros (25 000 pés).

O MQ-9 pode receber diferentes combinações de mísseis ar-terra AGM-114 Hellfire, bombas guiadas GBU-12 Paveway II ou GBU-38 JDAM, e ainda mísseis ar-ar AIM-9X "Sidewinder" (estes últimos testados com sucesso em Setembro de 2020 na intercepção de um "drone" BQM-167 simulando um míssil de cruzeiro).

A expressão "Reaper" designa a pessoa ou a máquina que executa uma colheita agrícola (e.g. de cereais). Em algumas mitologias o personagem "Grim Reaper", de vestes pretas largas, compridas, cabeça coberta e empunhando uma foice roçadora, representa a morte.

Foto por Cory D. Payne | Força Aérea dos Estados Unidos ("U.S. Air Force")

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas