EXERCÍCIO DE PROTECÇÃO DA FORÇA EM BEJA


Beja, Portugal
19 de Junho de 2023

Militares da Unidade de Protecção da Força (UPF) preparados pelo Núcleo de Operações Tácticas de Projecção (NOTP) da Força Aérea Portuguesa (FAP), em primeiro plano armado com uma Heckler & Koch G36 (Gewehr 36), em calibre 5.56×45mm NATO, com carregador de tambor, Beta C-Mag, de 100 munições, após descida em "rappel" a partir de um helicóptero Sikorsky UH-60M Blackhawk (7445) da Força Aérea da Eslováquia, no decurso do exercício europeu "Hot Blade", em Beja, a 19 de Junho de 2023.

A peça com marcação anelar de cor vermelha que podemos observar na extremidade do cano da arma corresponde a um adaptador para tiro com munições de salva ("Blank-Firing Attachment", BFA), visando garantir a pressão no interior do cano (reduzida pela ausência de projéctil na munição de salva) e assim assegurar o correcto funcionar do ciclo de tiro da arma; e funcionando ainda como protecção de segurança para possível projecção de fragmentos.

O NOTP foi formalmente constituído em 17 de Setembro de 2007, sediado no Campo de Tiro (CT) de Alcochete. Tem atribuído o treino e aprotamento da UPF a quem cabe o garante da protecção de pessoal, material e instalações da Força Aérea e das Forças Destacadas. Operaram já, entre outras geografias, no Afeganistão, no Chade, no Egipto e na Líbia.

O "Hot Blade" é um exercício europeu de operação táctica de helicópteros, organizado nesta edição pela Força Aérea Portuguesa (FAP), a partir da Base Área n.º 11 (BA11), em Beja, iniciado a 7 de Junho de 2023 e a decorrer até 23 de Junho de 2023. Conta com a participação de 750 militares, 15 helicópteros, 10 aeronaves de asa fixa compreendendo, além das forças Portuguesas (1 EH101 Merlin; 2 AW119 "Koala"; 6 F-16M; 1 P-3C), as forças da Áustria (3 AB12 e 3 PC-7), da Bélgica (2 NH-90), da República Checa (3 Mi-17), da Eslováquia (1 UH-60) e da Suíça (3 AS532).

Foto pelo Sargento-Ajudante João Miguel Brito | Força Aérea Portuguesa (FAP)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas