"DRONE DE CARTÃO" AUSTRALIANO A CAMINHO DA UCRÂNIA


Austrália
2021

O "Corvo PPDS" ("Precision Payload Delivery System", Sistema de Entrega de Precisão de Carga), construído pela australiana SYPAQ, é uma aeronave não tripulada, com a sua estrutura construída em cartão, de arquitectura descartável e de baixo custo. É popularmente designado por "Drone de Cartão", sendo orientado à entrega de pequenas cargas (alimentos, água, baterias, munições) a posições avançadas. A foto documenta, em 2021, na Austrália, a operação do mesmo por parte do fabricante.

Desenvolvido em parceria com o Exército da Austrália, o "Corvo PPDS" tem uma capacidade de carga de 3 a 5 kgs, com uma janela de operação de 1 a 3 horas, e um alcance operacional até 120 kms, com os seus "feeds" de video e metadados a cumprirem o requisito militar NATO (definido pela norma STANAG 4609), e a poder operar de forma autónoma mesmo se privado de navegação GPS (em zonas sob "jamming"). Trata-se de um equipamento de transporte facilitado por pode ser enviado em embalagens de baixo perfil, facilmente colocadas em paletes standard de logística, e de montagem simples, sem requerer ferramenta especializada no destino.

Os seus primeiros protótipos funcionais remontam a 2018, tendo sido realizadas desmonstrações operacionais, em Novembro de 2019, com várias unidades do Exército Australiano (20.º Regimento de Reconhecimento e Aquisição de Alvos, o 7.º Batalhão de Serviços de Suporte em Combate e a 17.ª Brigada de Abastecimento). A 2 de Março de 2023, o fabricante SYPAQ, sediado em Port Melbourne, Victoria, Austrália, anunciou, em parceria com o investimento realizado para este fim, em Julho de 2022, pelo Departamento de Defesa da Austrália, o fornecimento às Forças Armadas da Ucrânia de drones "Corvo PPDS".

Foto via SYPAQ

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas