NAVIO UCRANIANO SOB ATAQUE RUSSO


Ochakon, Mykolaiv, Ucrânia
3 de Junho de 2022

Registo vídeo de 3 de Junho de 2022, a partir de um "drone" de observação afecto às Forças Armadas da Federação Russa, dos respectivos impactos de artilharia em torno do navio de assalto anfíbio "Yuri Olefirenko" (U401/L401), da 5.ª Brigada de Navios de Superfície da Marinha Ucraniana, no canal de Bugsko-Dneprovsko-Limansky (geo-referenciação 46.611056, 31.581806) a cerca de 2 km do porto de Ochakon ("Очаків") na região administrativa de Mykolaiv, no Sul da Ucrânia.
Apesar de ter sido referenciado, em Abril de 2022, por algumas fontes, como possivelmente capturado pelas Forças Russas em Berdyansk, o "Yuri Olefirenko" (U401) surge aqui, referenciado por fontes abertas russas, como estando, em Junho de 2022 ainda ao serviço da Ucrânia.




O "Yuri Olefirenko" ("Юрій Олефіренко", número de amura U401/L401) é um navio de assalto-anfíbio, da classe soviética "Polnocny" (Classe C), Project 773 (número de amura SDK-137, lançado à água em 31 de Dezembro de 1970), transferido para a Marinha Ucraniana em 1994 e tendo entrado ao serviço da mesma a 10 de Janeiro de 1996. Com uma guarnição de 45 elementos, desloca 1 192 toneladas, tem um comprimento de 81 metros, um boca de 9 metros e um calado de 2 metros. Tem uma velocidade máxima de 18 nós e uma autonomia de 2 000 milhas. Possui 2 peças (CIWS) de 30 mm AK-230 e 2 plataformas WM-18A de foguetes, cada uma com 18 foguetes M-14-OF de 140mm. Pode transportar 8 viaturas blindadas e 200 militares equipados, ou 250 toneladas de carga, possuindo rampa frontal de desembarque.

Tendo sido capturado pelas Forças Russas aquando da invasão da Crimeira em Março de 2014, este navio, então com o nome "Kirovograd" (nome de uma cidade na Ucrânia), seria devolvido em Abril de 2014. Em 2016 receberia o nome de "Yuri Olefirenko" correspondente a Yuri Borisovich Olefirenk, Capitão das Forças Armadas Ucranianas e Comandante do 73.ª Centro de Objectivos Especiais Navais (designados na gíria por "SEALS") que perdeu a vida, a 16 de Janeiro de 2015, em Mariupol, durante a Guerra do Donbas.
Vídeo via OSINT

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas