PONTES, AMIZADES E RETIRADAS


15 de Fevereiro de 1989
Ponte de Termez, Afeganistão

Uma viatura blindada de lagartas, BMP-2, das forças armadas da União Soviética prepara-se, a 15 de Fevereiro de 1989, para atravessar a ponte de Termez, sobre o rio Ami Darya, na passagem fronteiriça do Afeganistão para o Uzbequistão (então parte da União Soviética), na província de Balkh, a cerca de 75 Km a Norte de Mazar-i-Sharif.

O BMP-2 ("Боевая Машина Пехоты", "Boyevaya Mashina Pekhoty", literalmente "Viatura Blindada de Combate de Infantaria) é uma viatura de 14 toneladas, com 3 tripulantes, e podendo transportar 7 militares. A torre está equipada com um canhão automático 2A42 de 30mm e conta com uma metralhadora co-axial PK de 7.62mm.

A frase na faixa afixada na lateral do blindado traduz-se, do árabe, para "A Amizade do Povo Soviético e Afegão é Eterna" ( " روستی مردم شوروی و افغانستان جاویدان است " ). Em segundo plano as iniciais СССР, a abreviatura em Russo para "União das Repúblicas Socialistas Soviéticas" ("Союз Советских Социалистических Республик").

Esta ponte de Termez, com 816 metros, rodoviária e ferroviária, foi designada por "Ponte da Amizade" aquando da sua inauguração, a 12 de Maio de 1982, pelas forças soviéticas que a construíram. Seria nesta mesma ponte, a 15 de Fevereiro de 1989, que essas forças completariam a sua retirada do Afeganistão.

Esta retirada sucederia após mais de 9 anos de guerra, onde sofreram mais de 14.000 mortos e mais de 53.000 feridos, perderam mais de 4 centenas de aeronaves, mais de 1 milhar de viaturas blindadas, mais de 1 centena de carros de combate e com as vítimas mortais entre a população civil afegã a se situarem, nas estimativas mais conservadoras, acima do meio milhão (ou em dois milhões, em outras), e com perto de 3 milhões de feridos, e mais de 5 milhões de refugiados.

Foto via REUTERS

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"