SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO


Cartagena, Comunidade Autónoma de Murcia, Espanha
Janeiro de 2024

O submarino "Isaac Peral" (S-81), o primeiro da classe S-80 "Plus", da "Flotilla de Submarinos" da Marinha de Espanha, construído pela espanhola Navantia e ao serviço desde 30 de Novembro de 2023, procedeu a testes de lançamento de torpedos (modelos-maquetes para ensaio) no interior da Base Naval de Cartagena, ref. 37.595854304952354, -0.9874701840510334 , ref. https://maps.app.goo.gl/HcdbKWBvD6ytvv5w6 , na Comunidade Autónoma de Murcia, no Sul de Espanha, em Janeiro de 2024. Tratam-se aqui de torpedos totalmente inertes, de pintura laranja-vivo, sem sensores, destinados apenas a testes base de projecção (realizados a partir de tubos a estibordo e a bombordo).
O Isaac Peral (S-81) conta com 6 tubos lança-torpedos, de 533 mm, que podem ser armados com os DM2A4, de fabrico alemão, com 6,6 metros de comprimento, uma massa de 1,5 toneladas, com uma ogiva de 260 kg, contendo alto-explosivo PBX, guiados por cabo (fibra óptica) e com sonar passivo e activo autónomo, com um alcance de até 50 km e uma velocidade máxima de 50 nós.
A classe S-80 de submarinos da Marinha de Espanha tem previstas 4 unidades (1 ao serviço, 3 em construção, com entregas previstas entre 2024 e 2027), deslocando 2 965 toneladas, com 81.05 metros de comprimento, 11.68 metros de boca e 7.3 metros de calado, capaz de uma velocidade de 19 nós, com um alcance operacional de 8 000 km, com uma profundidade máxima de 460 metros. Com um guarnição de 32 elementos (e podendo transportar 8 militares de operações especiais equipados), está armado com 6 tubos que permitem lançar torpedos (DM2A4) ou mísseis anti-navio (UGM-84 Harpoon). 
Isaac Peral y Caballero (1851-1895) foi um engenheiro e oficial da Marinha de Espanha, tendo sido responsável pelo desenvolvimento do submarino "Peral", em 1884, o primeiro submarino eléctrico alimentado por baterias, e que seria lançado à água a 8 de Setembro de 1888. Deslocava 85 toneladas, com 22 metros de comprimento, um boca de 2.87 metros, um calado de 2.2 metros, sendo propulsionado por 2 motores eléctricos que lhe permitiam alcançar 7,7 nós à superfície e 3,5 nós em imersão. Estava armada com um tupo lança torpedos de 356mm, contendo com 3 torpedos. Está desde 2013, restaurado, em exposição no Museu Naval de Cartagena, a cerca de 300 metros do local dos testes agora realizados pelo S-81.



Vídeo via Marinha de Espanha ("Armada Española")




Comentários

Mensagens populares deste blogue

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas