"COMANDO" COM "MINIMI" NA RCA


República Centro Africana
Novembro de 2021 a Maio de 2022

Operacional português afecto à MINUSCA, na República Centro-Africana (RCA). No ombro direito temos o "patch" azul das Nações Unidas e, abaixo do mesmo, em preto e vermelho, o "patch" da "Force de Réaction Rapide - MINUSCA - Portugal", correspondente à 10.ª Força Nacional Destacada, que ali operou entre Novembro de 2021 e Maio de 2022.

O militar, do Batalhão de Comandos do Exército Português, está armado com uma metralhadora ligeira FN Minimi ("Fabrique Nationale Herstal Mini Mitrailleuse") 5.56 Mk 3, dotada de mira óptica e lanterna táctica.

A 10.ª Força Nacional Destacada (10FND/RCA), constituída como uma Força de Reacção Rápida da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA, "Mission multidimensionnelle intégrée des Nations unies pour la stabilisation en Centrafrique"), com Quartel-General em Campo M'Poko, em Bangui, foi constítuida por 180 militares, comandados pelo Tenente-Coronel Jorge Simões Pereira. Contou com 177 militares do Exército Português (na sua maioria afectos ao Batalhão de Comandos) e por 3 militares da Força Aérea Portuguesa (Equipa de Controlo Aéreo Táctico, JTAC).

Esta força partiu para a República Centro Africana a 16 de Novembro de 2021, tendo terminado a sua operação programada de 6 meses com a transferência de autoridade, para a 11.ª Força Nacional Destacada, a 16 de Maio de 2022.

Foto via Exército de Portugal 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

KA-52 NO ASSALTO AO AEROPORTO "ANTONOV"