"SEALS" NO PACÍFICO SUL


Oceano Pacífico
20 de Fevereiro de 2012

Operacionais dos SEALs ("Sea, Air, and Land") da Marinha dos Estados Unidos ("U.S. Navy"), afectos ao "United States Naval Special Warfare Command" (USNSWC), nadam de regresso ao submarino USS Michigan (SSGN 727), equipado com um módulo de doca seca (DDS, "Dry Dock Shelter"), na região Sul do Oceano Pacífico, durante exercícios de certificação destes mesmos operacionais.

Nestes exercícios estão envolvidos militares de uma das duas equipas de SEALs especializadas na operação de mini-submarinos Mk VIII Mod 1 SDV, no caso a "SDV Team 1" (SDVT-1, "SEAL Delivery Vehicle Team 1"), sediada em Pearl Harbour. Estes mini-submarinos, que podem transportar até 6 operacionais, estão desenhados para poderem ser lançados e recolhidos através do módulo de doca seca.

O USS Michigan (SSGN 727) é um submarino nuclear da classe Ohio, ao serviço desde 1982, com uma tripulação de 155 elementos, deslocando 19 050 toneladas quando submerso, com 170 metros de comprimento e uma boca de 13 metros. Pode alcançar uma velocidade superior a 25 nós, estando equipado com 4 tubos lança-torpedos de 533mm, e com 154 mísseis de cruzeiro BGM-109 Tomahawk (22x7).

Até Junho de 2007 este submarino, então SSBN 727, estava equipado com 24 mísseis balísticos Trident II (com ogivas nucleares); após reconversão nos Estaleiros Navais de Puget Sound, e já como SSGN 727, passou a estar equipado com mísseis de cruzeiro BGM-109 Tomahawk.

Foto por Kristopher Kirsop | U.S. Navy

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SUBMARINO ESPANHOL DISPARA TORPEDOS DE ENSAIO

"DRONE" DE FABRICO PORTUGUÊS NA UCRÂNIA

Formação de 6 navios da Marinha da Federação Russa acompanhados por meios aeronavais da Marinha e Força Aérea Portuguesas